.Últimos bocejos

. Os filhos não devem ser o...

. Todas as águas

. Todos os poemas

. Hold back your love, Whit...

. Hallelujah Money, Gorilla...

. 4

. 3

. Love & Hate, Michael Kiwa...

. T-shirt weather in the ma...

. Yonkers, Tyler, the Creat...

. 2

. 1

. i

. Anacreonte

. Educação do meu imbigo

. Voltei! Ou talvez não (co...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Manual de Etiqueta e boa ...

. Aurora dos Pinheiros

. Versículos angélicos

. (19/01/2014)

. Cristianismo

. Arbeit macht frei

. Isso

. Limite

. Resignação solene

. LXXVIII

. Florentino Ariza num dia ...

. I've seen horrors... horr...

. Se bem me esqueço

. Enciclopédia Íntima: Pátr...

. LXXVII

. Experimental como o desti...

. Ruy do car(v)alhinho

. LXXVI

. Overgrown, James Blake

. MS MR - Hurricane

. Buscas pedidas: "filmes s...

. Para Thatcher

. S&M

. LXXV

. Mails da treta: Ímans e a...

. LXXIV

. Agnes Obel

. Amar, casar, perverter

. LXXIII

. LXXII

. LXXI

. Amar é dizer parvoíces

.Velharias

. Agosto 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Janeiro 2015

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

Quarta-feira, 6 de Junho de 2007
Rosas I - Confissão

"Santa Isabel e o Milagre das Rosas" , óleo sobre madeira, de Anónimo, Século XVI, Museu Nacional Machado de Castro, Coimbra

    - Juro que te tinha mentido! Eram pães e não rosas!
    - Isabel! Que queres que eu diga? Que foi milagre? É que se foi milagre, deixa-me dizer-te que um dos mandamentos da Lei Divina é, segundo creio, "não mentirás".
    - Sim, mesmo por isso te estou a confessar a minha falta. Foi provavelmente um justo castigo, este de te confessar uma mentira, tendo, para isso, de dizer uma verdade em que não acreditas!
    - Estás então a dizer-me que em vez de andares a depenar o jardim, andas a depenar os já de si pouco cheios cofres do Reino? Se és capaz de milagres, faz ao menos o da multiplicação do ouro - os teus pobrezinhos agradeceriam.
    - Não brinques com isso, Dinis. Desobedeci-te, menti - mas não fiz milagre algum. Quem faz os milagres é Deus. E, neste caso, parece-me que, mais que um milagre, foi isto uma advertência do Espírito Santo, para que não seja eu a fazer a caridade às escondidas, mas que tu mesmo compreendas que é altura de que todos os habitantes deste reino tenham direito ao pão. Aproxima-se o dia do Santo Corpo de Deus que, como sabes, é o pão da Santa Eucaristia. Dinis, vem aí um Novo Tempo, o tempo das Rosas, o tempo do Espírito...
    - Que pensamentos os teus. Vem aí um Novo Tempo? Claro que vem, vem sempre...
    - Não brinques com coisas sérias. Não tenho notícia de pães se transformarem em rosas, desta maneira...
    - A sério? É que a mim quer parecer-me que ouvi isso nalgum sítio, a uma tia tua, rainha da Hungria, se não estou em erro. Creio que ouvi a história ao frade que te trouxe aquele texto de Lúlio. Pelo que dizem, anda metido nessas coisas de fazer ouro a partir de latão... Acho que disse que era capaz de tranformar o Oceano em Ouro se tivesse fogo que chegasse... Ou fogo, ou mercúrio, ou enxofre... Não sei bem. Não tenho tempo para me dedicar a essas coisas.
    - Duvido. Se Lúlio se entrega a conhecimentos obscuros, não é, com certeza, à procura de ouro. Ele fala, com certeza, por parábolas. Assim como o fogo do Espírito Santo desceu sobre os apóstolos e os transformou, pondo-os a falar em línguas que desconheciam, assim é esse fogo filosofal de que Lúlio fala: o fogo que converterá as Nações infiéis e abrirá os portões da Glória do Espírito Santo...
    - Pois... Não te contei eu tudo: esse Lúlio tem, ao que se conta, uma certa tendência para se chegar aos infiéis e, como eles, gosta de explicar as coisas da alma através das rosas.
    - Muitas coisas se explicam através das rosas...
    - Minha querida: bem podias escrever cantigas - é pena que não fossem de amor...
    - Seriam de Amor Divino...
    - Que fossem, pois...
    - As grandes orações já foram escritas. As maiores já sairam da boca de Jesus, no Monte, e da voz do arcanjo Gabriel a Maria...
    - E que repetes tu no Rosário...
    - Menos vezes que aquelas que devia.
    - Queres, então, que venha um novo tempo.
    - Não é questão de querer. Ele virá. E como rei desta nação que descansa na pétala mais à direita da rosa dos ventos, cabe-te a ti mostrar humildade que enobrece quem se senta à direita do Pai.
    - Seja, então, minha amiga: se os teus pobres ficaram sem pão por causa de uma mentirinha tua - e dando eu crédito à intervenção de Deus no teu regaço...
    - Não sejas blasfemo...
    - Longe de mim, minha amiga: no próximo domingo em que se celebrar a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos, serei eu mesmo a coroar um mendigo e a pagar um bodo de pão farto e bom vinho a todos por igual, como bem sei que fazem na tua Terra! Será a Páscoa Rosada, a abrir o novo Tempo que anuncias... Satisfeita?
    - Não é a mim que tens de satisfazer, mas ao Senhor...
    - Ele sabe bem o que me vai no coração.
    Isabel olhou-o e, sorrindo, adoçando o rigor das suas rugas, beijou-lhe a testa. Dinis , esse, fingiu que o beijo não lhe tinha passado além da pele.
Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 23:59
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
.Nada sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.Artigos da mesma série

. notas

. cinema

. livros

. poesia avulsa

. política

. só porque

. curtas

. arte

. guimarães

. música

. estupidez

. traduções

. wikipédia

. religião

. poesia i

. gosto de...

. ono no komachi

. narrativas

. tomas tranströmer

. buscas pedidas

. plantas

. arquitectura

. enciclopédia íntima

. blogues

. braga

. fábulas de esopo

. as quimeras

. gérard de nerval

. carvalhal

. animais

. blogs

. cultura popular

. disparates

. Herbário I

. poesia

. póvoa de lanhoso

. estevas

. pormenores

. umbigo

. bíblia

. ciência

. professores

. vilar formoso

. barcelos

. cinema e literatura

. coisas que vou escrevendo

. curtíssimas

. educação

. Guimarães

. rádio

. receitas

. ribeira da brunheta

. teatro

. vídeo

. da varanda

. economia

. família

. leitura

. lisboa

. mails da treta

. mértola

. Música

. os anéis de mercúrio

. cachorrada

. comida

. cores

. dança

. diário

. direita

. elogio da loucura

. escola

. esquerda

. flores de pedra

. hip hop

. história de portugal

. kitsch

. memória

. ópera

. profissão

. recortes

. rimas tontas

. sonetos de shakespeare

. terras de bouro

. trump

. Álbum de família

. alunos

. ângela merkel

. arte caseira

. aulas

. avaliação de professores

. ayre

. benjamin clementine

. citações

. crítica

. ecologia

. edgar allan poe

. ensino privado

. ensino público

. evolucionismo

. facebook

. todas as tags

.O que vou visitando
.Segredos
  • Escrevam-me

  • .Páginas que se referem a este site

    referer referrer referers referrers http_referer
    .Já passaram...
    .quem linka aqui
    Who links to me?
    .Outras estatísticas
    eXTReMe Tracker
    blogs SAPO
    .subscrever feeds