Sábado, 3 de Fevereiro de 2007
Curta 24
Recebi o seguinte mail, que publico, porque se o autor o queria incluir nos comentários é porque aceita a sua publicação. Intercalo o mail, a itálico, com os meus comentários.

Caro Manuel Anastácio
 
Li a polémica com o Orlando Braga das Letras com Garfos sobre a edição da Wikipédia a propósito das suas entradas sobre "Lobby Gay" e outros, bem como sobre a entrada sobre pederastia.
 
1. Em primeiro lugar, não sou nazi, nem fascista, nem salazarista, nem de extrema-direita, nem homofóbico. Esta nota é feita para evitar uma classificação de sarjeta agora na mota - ostracizar as opiniões contrárias com etiquetas extremas.
 
1. Óptimo.

2. O Manuel não segue a objectividade que recomenda na wikipedia não apenas na adjectivação de um blogue como asqueroso, nem quando o classifica de extrema-direita.
 
O meu blog não é a Wikipédia. É um blog assinado pela minha pessoa, por isso representa a minha opinião que é, portanto, parcial. No entanto, quando escrevo artigos na Wikipédia, a situação é outra. Quanto ao "asqueroso", já me arrependi de ter usado tal adjectivo. Sou um pouco impulsivo, de facto. Apenas não gosto das opiniões desse senhor.

2. Não creio que o Orlando Braga seja de extrema-direita, nazi, fascista, eugenista. Não apresenta factos para suportar a classificação que lhe atribui, a qual decorre do seu aborrecimento. Ora, frei Tomás não pode dizer uma coisa e fazer outra. Parece-me muito triste a classificação que faz do blogue do Orlando como extrema-direita só (parece-me que é esse o fundamento) por ser contra a influência daquilo que chama o "lobby gay". Nem sequer creio que a homofobia seja exclusivo da extrema-direita - o Partido Comunista e alguma extrema-esquerda tem sido tradicionalmente homofóbico (e mantém, Odete santos, por exemplo na sua intervenção no Congresso do PC...). Não é séria a correspondência exclusiva da extrema-direita à homofobia, tal como creio ser comum a referência das origens (e dirigentes) do nazismo à homossexualidade - o que não faz dos homossexuais nazistas ou vice-versa.
 
O Orlando Braga é claramente xenófobo (não faço ideia se é nazi ou fascista ou não, nunca disse isso). Que dizer de uma pessoa que diz mal da Wikipédia em português porque é "administrada" por brasileiros e africanos? Peço desculpa, mas isso a mim basta-me perfeitamente para o classificar de xenófobo. claro que pode ter uma opinião contrária à minha.

Quanto ao Frei Tomás, tento de todas as formas possíveis fazer o que ele diz e não o que ele faz. Mas não sou perfeito. E até dou o braço a torcer, quando me dão razões para isso.

Não é apenas pela homofobia que considero o blog citado como de extrema-direita, mas também pela xenofobia. Posso estar errado, mas quanto mais leio esse blog, mais reafirmo que ele é representativo da extrema-direita. É livre de pensar o contrário.

Nunca disse que o Partido Comunista ou qualquer outra organização de esquerda fossem perfeitos ou que eu subscrevesse tudo ou a maior parte do que dizem ou defendem. Sou de esquerda, à minha maneira, sem pertencer a qualquer partido ou organização.

Quanto à última frase: totalmente de acordo.

3. Realmente, o artigo da pederastia não serve. Desde logo por, além de dourar com argumentação sobre a estética a actividade moralmente censurável pela comunidade da maioria dos países (que tem consequência na avaliação penal) não referir o carácter criminoso da pederastia na maioria dos países.
 
3. Sempre disse que o artigo estava mau. E também sempre disse que está lá um botãozinho que diz "editar". É só carregar lá e melhorar. Eu ainda não o fiz porque tenho  outras prioridades, inclusive na Wikipédia. Mas se formos estudar bem o que significa pederastia, veríamos que o que é crime é a pedofilia - o abuso sexual de qualquer menor, seja rapariga, seja rapaz. Mas creio que teria de fundamentar melhor isso com bibliografia a que, actualmente, não tenho acesso.

4. Gosto muito da wikipedia e custa-me qualquer edição ideológica, como me custa a intromissão da ideologia do politicamente correcto na ciência. Lamento a eliminação dos textos da Wikipédia em vez da sua contradição intelectual com argumentos factuais e objectivos, permitindo o contraponto de perspectivas.
 
4. Concordo perfeitamente consigo. Mas a Wikipédia rege-se por meios democráticos. Eu votei pela manutenção do artigo do senhor Orlando Braga sobre a Agenda Gay. Acontece que a maioria dos utilizadores da Wikipédia não pensa assim. A democracia não está livre de erros. O povo nem sempre tem razão, de facto...

Vejo a blogosfera como o território da liberdade e custa-me sempre muito a ostracização e marginalização das opiniões desagradáveis.
 
Também a mim. Concordo em absoluto.
 
Com os melhores cumprimentos e respeito blogosféricos,
 
António Balbino Caldeira

Muito obrigado pelo comentário. Estou sempre disposto a trocar ideias de forma civilizada, como fez. Sei que eu mesmo não sou muito civilizado nas minhas discussões. É um facto tenho o sangue demasiado quente e falo sem dormir sobre o assunto. Mas já fui pior...
Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 20:44
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar