Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017
4

Fazer a América grande outra vez é difícil. Principalmente se não houver uma banda sonora de jeito. Fiona Apple gravou por telefone um cântico antitrump a dizer que as mulheres não querem aquelas mãozinhas nas suas cuequinhas.Seja. Embora não seja o que consta.

 

Depois de Jennifer Holliday ter desistido de cantarolar na cerimónia do degredo (como se não estivesse definitivamente queimada pelo simples facto de ter ponderado cantar ao lado de gente do KKK), apetece agora um cantor de soul que não conheço, nem farei tenção de conhecer, de nome Sam Moore, da dupla Sam & Dave (não se sabe o que o Dave, que Deus tem, acharia disso) a aceitar o convite ou, sabe-se lá, a fazer-se de convidado.

 

Diz ele que Trump tem uma boca grande, como ele mesmo. E que, concordemos ou não com ele, ao menos sabemos aquilo que lhe passa pela cabeça. E diz ainda para darem uma oportunidade ao gajo. Ele nem sequer disse ainda o "sim, aceito ter o poder de foder isto tudo".  E termina com a muito democrática sentença: se não gostarem dele nos próximos 4 anos, não votem nele outra vez...

 

Se houver outra vez.

 

Artigos da mesma série: , ,
publicado por Manuel Anastácio às 22:58
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
5 comentários:
De mami a 17 de Janeiro de 2017 às 23:21
há sempre uma próxima vez
De Manuel Anastácio a 17 de Janeiro de 2017 às 23:55
Sempre é muito tempo... :)
De mami a 17 de Janeiro de 2017 às 23:57
certo. vou corrigir: haverá próxima vez
De Manuel Anastácio a 18 de Janeiro de 2017 às 00:29
E que estejamos cá para o comprovar. :)
De mami a 24 de Janeiro de 2017 às 18:52
que assim seja

Dizer de sua justiça