Quarta-feira, 13 de Julho de 2005
Fauno e rapariga

fauno.JPG

Trago a embriagez de frutos por fermentar,

E a suave doçura do mel nos meus braços.

Trago a luz do sol nos meus cabelos baços.

E muito mais do que queres desejar.

Não sei que desejo é este,  de me dar,

E me oferecer em cada bago que trago,

pronto a fecundar os teus lábios com graínhas,

Quando temes cada um dos meus passos

E foges, com asco, dos meus abraços,

Correndo por florestas queimadas,

descansando em margens desviadas,

E dormindo sem saudades minhas.

 

Fauna.JPG
Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 21:16
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar