Domingo, 23 de Julho de 2006
Ono no Komachi - A imperceptível cor da Primavera

Otto Marseus van Schrieck (1619 - 1678): Blaue Winde, Kröte und Insekten ("Corriola azul, sapo e insectos")

Em contemplação
Da chuva insistente
Que cai sobre o chão
Também o meu íntimo
Peito empalidece
Perante a imperceptível
Cor da Primavera.

(Versão de Manuel Anastácio de um poema
de Ono no Komachi, a partir de uma tradução de
Hirshfield & Aratami)
Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 14:50
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar