Terça-feira, 9 de Abril de 2013
S&M

Há quem pague a prostitutas

para lhes bater.

Para em gemidos de prazer

saber

que as humilharam.

E assim se humilham eles.

Há quem nem precise de pagar,

para humilhar.

Olhar do alto,

mesmo de sola rasa e não de salto alto,

E, ainda assim, serem pagos. Eles.

E assim nos humilhamos nós,

passivos observadores de um filme pornográfico

que pagamos para ver.

Artigos da mesma série: ,
publicado por Manuel Anastácio às 21:44
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
2 comentários:
De jrd a 10 de Abril de 2013 às 15:46
É intolerável que haja quem se sirva de alguém que é apenas tolerada.
De Manuel Anastácio a 10 de Abril de 2013 às 23:03
Paradoxos da intolerância. :)

Dizer de sua justiça