Sábado, 15 de Julho de 2006
Ono no Komachi - Outono II

Flor silvestre (género Crocus? - família das Iridáceas) em eucaliptal queimado (2005), Lugar do Monte, Escudeiros, Braga.

Se o Outono, pelos campos,
Desata em centos de flores
As suas bandeiras...
Por que me nega a vergonha
A vontade de saltar
E gritar em liberdade?
(Versão de Manuel Anastácio de um poema de
Ono no Komachi, a partir de
uma tradução de Hirshfield & Aratami)
Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 19:09
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
1 comentário:
De Artur a 16 de Julho de 2006 às 10:59
Ah, a eterna luta entre os desejos da alma natural e as imposições dos padrões sociais... quem é que nunca desejou ser folha?

Dizer de sua justiça

.pesquisar