.Últimos bocejos

. Todas as águas

. Todos os poemas

. Hold back your love, Whit...

. Hallelujah Money, Gorilla...

. 4

. 3

. Love & Hate, Michael Kiwa...

. T-shirt weather in the ma...

. Yonkers, Tyler, the Creat...

. 2

. 1

. i

. Anacreonte

. Educação do meu imbigo

. Voltei! Ou talvez não (co...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Manual de Etiqueta e boa ...

. Aurora dos Pinheiros

. Versículos angélicos

. (19/01/2014)

. Cristianismo

. Arbeit macht frei

. Isso

. Limite

. Resignação solene

. LXXVIII

. Florentino Ariza num dia ...

. I've seen horrors... horr...

. Se bem me esqueço

. Enciclopédia Íntima: Pátr...

. LXXVII

. Experimental como o desti...

. Ruy do car(v)alhinho

. LXXVI

. Overgrown, James Blake

. MS MR - Hurricane

. Buscas pedidas: "filmes s...

. Para Thatcher

. S&M

. LXXV

. Mails da treta: Ímans e a...

. LXXIV

. Agnes Obel

. Amar, casar, perverter

. LXXIII

. LXXII

. LXXI

. Amar é dizer parvoíces

. Orgasm (Rock Cave), de Cr...

.Velharias

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Janeiro 2015

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

Domingo, 14 de Abril de 2013
LXXVI

I see sad people...

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 21:07
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (2) | Adicionar aos favoritos
|
Overgrown, James Blake

Quando Harry Potter se cruza com Ingmar Bergman, James Blake pode funcionar como banda sonora.

 

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 20:51
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
MS MR - Hurricane

Amor e terror andam de mãos dadas. O pesadelo e a confusão vivem nas paredes do abrigo que nos conforta e dá certezas.

 

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 20:36
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 9 de Abril de 2013
Buscas pedidas: "filmes sobre a vida de um parabelechico"

Caro internauta, os parabelechicos não se mexem muito. E o cinema gosta de movimento. Mas pode tentar o "Escafandro e a Borboleta", que apesar de não ser sobre um parabelechico, é sobre alguém que só consegue mexer um olho - o que, bem mexido (e o protagonista, real, não só o mexeu bem como criou uma das mais belas obras de arte da história da Humanidade), é mais do que faz a maioria da população que gosta de se imobilizar até à morte enquanto os abutres os descarnam (desossam, queria eu dizer). Se der ouvidos às más línguas, o Manoel de Oliveira faz o mesmo. É mentira, tomara o... como é que ele se chama? ah...Usain Bolt. Ou o Armstrong. Tomara ele ter a pedalada do Oliveira. Sem doping.

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 22:42
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (2) | Adicionar aos favoritos
|
Para Thatcher

A populaça e a desordem

comem dinheiro. Os sindicatos

são um formigueiro,

carraças do gordo perdigueiro que abraças.

E a lei, do teu lado,

é musculada.

És assim, feita de nada,

entregue à decadência e à vermícola bicharada

ou às labaredas que disso te poupam.

Todos morremos, até quando sobrevivemos

e enchemos a memória do Universo

das nossas bestiais convicções.

Formiga

Cigarra. Ninguém te agarra.

O que poderias ter sido e não foste, burguesa

proletária, guerreira, santa asneira, diarreia

Mãe desnaturada.

Heroína louca disciplinada.

Lambes liberdade nas chagas da fome

E o povo engole, das tuas pústulas, o ávido apetite

da desconsideração.

No teu chão floresce absinto

e as estrelas prestam-te homenagem.

Curva-se a criadagem ao excesso de batom

que se te cola aos dentes.

Entrementes, o mundo apodrece como sempre

E na madeira bichosa da tua lição nascem os teus santos seguidores

edificadores do anátema da destruição.

Desapareceste antes de desaparecer.

As bandeiras da mediocridade já pendiam a meio

muito antes de te fechares em demência,

E nem o santo sudário da Meryl Streep

te servirá de relicário. Adeus.

Artigos da mesma série: ,
publicado por Manuel Anastácio às 22:30
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (4) | Adicionar aos favoritos
|
S&M

Há quem pague a prostitutas

para lhes bater.

Para em gemidos de prazer

saber

que as humilharam.

E assim se humilham eles.

Há quem nem precise de pagar,

para humilhar.

Olhar do alto,

mesmo de sola rasa e não de salto alto,

E, ainda assim, serem pagos. Eles.

E assim nos humilhamos nós,

passivos observadores de um filme pornográfico

que pagamos para ver.

Artigos da mesma série: ,
publicado por Manuel Anastácio às 21:44
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (2) | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 8 de Abril de 2013
LXXV

Eu não tinha dito? Às vezes irrito-me de ter tantas vezes razão. A esquerda cantou vitória com a decisão do TC. Era a derrota do governo, disseram. Os funcionários públicos que perderem o emprego não se vão esquecer que foram os partidos de esquerda a pedir a inconstitucionalidade das normas inviabilizadas. Esta é uma vitória do governo. Uma vitória manhosa. Sabiam muito bem que as medidas eram inconstitucionais e que assim seriam consideradas. Assim, podem culpar a Constituição e a esquerda pelas medidas que já pretendiam impor, recebendo um apoio mais alargado da população, incluindo daqueles que irão para o olho da rua, ao mesmo tempo que farão os cortes que pretendiam. E quando a recessão se agravar, têm a bateria carregada com um argumento que lhes prolongará o estado de graça por meses/anos, apesar de terem feito os mesmos cortes pretendidos ou mais. Uma jogada de génio.

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 00:48
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (2) | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 7 de Abril de 2013
Mails da treta: Ímans e alimentos

O seguinte texto é copiado, mantendo a formatação, de um mail viral, que são aqueles mails que pedem para serem “repassados”. Já expliquei aqui que o objetivo de criar mails deste género é recolher o máximo de endereços electrónicos que depois são vendidos a empresas que depois enviarão a sua publicidade indesejada e geralmente fraudulenta a um largo número de pessoas. Mas porque é que estes mails primam quase sempre pela mentira, pelo ódio, xenofobia, pela estupidez? É simples. Porque pessoas que demonstram a falta de bom senso para “repassar” este género de mails são as vítimas mais vulneráveis da fraude na Internet. Ao repassar este género de mentiras e mensagens idiotas, você está a dizer aos burlões: EU SOU UM IDIOTA. E são os idiotas que eles procuram em primeiro lugar, por razões óbvias.


Vamos ao mail mentiroso, para depois o analisar ponto por ponto:



ÍMANS NO FRIGORIFICO - ALERTA SERiíSSIMO.

 
 
 
 

 
       Lá vou tirar os meus.....e comprar um quadro para os colocar...
 


 
SERÁ?? PELO SIM E PELO NÃO MAIS VALE PREVENIR E TIRÁ-LOS DE LÁ.

Perigo à vista!

UNIVERSIDAD DE ALMERIA - ESPANHA Professor VICENTE TORTOSA PEREZ
Faço estas declarações, para dar-lhes a segurança de que é um envio,
realizado com toda a seriedade do caso.
Quando ler o conteúdo, cada um poderá atuar de acordo com sua ideia.
Por enquanto retirarei os que por publicidade estão nas portas do meu
frigorífico

REITORADO E SERVIÇOS GERAIS UNIDADE DE EXTENSAO UNIVERSITARIA.

Camino del Pozuelo s/n, 16071 - Cuenca - Espanha

Investigadores da Universidade de Princeton descobriram algo considerado
assustador .
Durante vários meses estiveram alimentando dois grupos de ratos, um
grupo com comida guardada num frigorífico ,
e ao outro com comida guardada frigorífico com vários imãs decorativos
fixados na porta.
O objeto do estudo era ver como afetavam as radiações eletromagnéticas
dos imãs nos alimentos.

Surpreendemente e após rigorosos estudos clínicos, constataram que o
grupo de ratos que consumiram a comida irradiada > > pelos ímãs tinha um 87%
mais de probabilidades de contrair cancro que do outro grupo.

Os ímãs aderidos a qualquer aparelho (eletrodoméstico) ligado à
corrente elétrica aumenta o consumo/gasto/elétrico do > > determinado
aparelho, por aumentar a força eletromagnética do campo elétrico do
aparelho.*
Todos têm algum ímã no frgorífico , como elemento decorativo, sem que
até agora se suspeitasse que fossem rejudiciais. > > PORÉM SAO FATAIS.


É perigoso brincar com as forças da natureza e com as energias.* Se
tiveres algum ímã, retire-o rapidamente
e coloque-o longe de qualquer alimento. Graças a Internet e à boa vontade
de todos, podemos ajudar-nos mutuamente.

ESPALHE ENTRE FAMILIARES E AMIGOS URGENTEMENTE
 
Passemos a analisar o mail:

1.


ÍMANS NO FRIGORIFICO - ALERTA SERiíSSIMO.


--> O título já indica que é treta. Os alertas seriíssimos são divulgados na Comunicação Social. Não em mails.

 

 

2.

 


 

  Lá vou tirar os meus.....e comprar um quadro para os colocar...

 


---> a formatação do texto, muito amadora, com letras gigantes, coloridas, e com largos espaços em branco , é apelativa para pessoas que não estão habituadas a ler e a informar-se. O público alvo é claramente o largo segmento da população que desconfia dos jornais e da comunicação em geral e que acredita que o boato transmitido pelo  vizinho é mais digno de crédito que uma peça jornalística. Entendamo-nos. Por mau que seja o jornalismo atual, as informações dos jornais podem ser confrontadas com as informações de outros jornais. Aquilo que o seu amigo diz porque ouviu a outro, não. Pessoas que desconfiam sistematicamente dos meios de comunicação são pessoas facilmente manipuláveis porque não têm sentido crítico. Julgam-se espertas e, por isso mesmo é que são tão fáceis de enganar.


3.

SERÁ?? PELO SIM E PELO NÃO MAIS VALE PREVENIR E TIRÁ-LOS DE LÁ.


---> Outro indício de que o mail é treta. A utilização de letras maiúsculas, que ofendem a vista de quem tem alguma experiência no uso da Internet, é facilmente usada e aceite por quem utiliza acriticamente este meio. Usa maiúsculas para escrever frases inteiras? Não lhe faz impressão ler frases escritas só com maiúsculas?  Sem querer ofender, está a transmitir a mensagem de que é um analfabeto ou quase. Repare que no início deste texto eu escrevi uma pequena frase com letras maiúsculas. Mas aí é por uma razão de estilo: na verdade é como se estivesse a gritar.


4.

Perigo à vista!


---> Os mails da treta, em vez de passarem à notícia, são alarmistas e repetem mil vezes frases e expressões como estas em vez de ir diretos ao assunto.


5.

UNIVERSIDAD DE ALMERIA - ESPANHA Professor VICENTE TORTOSA PEREZ


---> Uma simples pesquisa na Internet bastará para mostrar que esta pessoa, se existisse (e não existe), não tem qualquer relevância na comunidade científica nem fez ou faz parte dos professores da Universidade indicada. E quem não tem relevância na comunidade científica não é credível. A Ciência não é feita por génios isolados. É uma atividade feita por um conjunto alargado de investigadores - a Comunidade científica. Claro que depois de se confirmarem os resultados de uma investigação, os créditos são, em princípio, dados a quem fez o estudo primeiro, mas se o estudo não for replicado por outros laboratórios é, quase de certeza, uma fraude.


6.

Faço estas declarações, para dar-lhes a segurança de que é um envio,

realizado com toda a seriedade do caso.

Quando ler o conteúdo, cada um poderá atuar de acordo com sua ideia.

Por enquanto retirarei os que por publicidade estão nas portas do meu

frigorífico


--> Frase mal construída. Quem escreve assim não será, de certeza, grande investigador.


7.

REITORADO E SERVIÇOS GERAIS UNIDADE DE EXTENSAO UNIVERSITARIA.


Camino del Pozuelo s/n, 16071 - Cuenca - Espanha


--> Não existe tal serviço nem a dita Universidade tem qualquer extensão em Cuenca.


8.

Investigadores da Universidade de Princeton descobriram algo considerado

assustador .


---> Descobre-se uma coisa em Princeton, mas quem divulga a notícia é de uma Universidade espanhola. Isso não é parvoíce que chegue para mostrar que isto é mentira? Novamente, em vez de se passar direto ao assunto, volta-se a afirmar que a descoberta é assustadora. O suspense serve para alarmar o leitor. Uma técnica sensacionalista típica.


9.

Durante vários meses estiveram alimentando dois grupos de ratos, um

grupo com comida guardada num frigorífico ,

e ao outro com comida guardada frigorífico com vários imãs decorativos

fixados na porta.

O objeto do estudo era ver como afetavam as radiações eletromagnéticas

dos imãs nos alimentos.


--->  A última frase não tem nexo gramatical. Quem acredita num texto assim escrito, acredita em qualquer coisa, desde que seja mentira. Ninguém iria estudar a influência dos ímans na porta de um frigorífico sobre os alimento. Isso é demasiado parvo. Os alimentos não têm constituintes influenciáveis pela radiação electromagnética, e o próprio planeta Terra é um íman gigante, para não falar de que a distância entre os ímans na porta e os alimentos é suficiente para não haver qualquer interação entre os dois - o campo magnético da terra e mesmo dos componentes do próprio frigorífico sobrepor-se-iam-se facilmente à ninharia de um íman. É demasiado estúpido para que um cientista que fosse se decidisse a fazer o estudo.


10.

Surpreendemente e após rigorosos estudos clínicos, constataram que o

grupo de ratos que consumiram a comida irradiada > > pelos ímãs tinha um 87%

mais de probabilidades de contrair cancro que do outro grupo.


---> Rigorosos estudos clínicos? Tão rigorosos que não dizem quais foram, nem onde foram publicados, nem qual o método utilizado,  nem se encontram em lado algum...


11.

Os ímãs aderidos a qualquer aparelho (eletrodoméstico) ligado à

corrente elétrica aumenta o consumo/gasto/elétrico do > > determinado

aparelho, por aumentar a força eletromagnética do campo elétrico do

aparelho.*

Todos têm algum ímã no frgorífico , como elemento decorativo, sem que

até agora se suspeitasse que fossem rejudiciais. > > PORÉM SAO FATAIS.


--> Texto extremamente mal escrito, explicação “científica” simplista e sem qualquer sustentação. Conclusão alarmista em letras maiúsculas. Estes mails adoram adjetivos como “fatal”. É fatal como o destino.


12.


É perigoso brincar com as forças da natureza e com as energias.* Se

tiveres algum ímã, retire-o rapidamente

e coloque-o longe de qualquer alimento.


--> textos fraudulentos adoram usar conceitos científicos difíceis de entender como “forças” ou “energias”.


13.

Graças a Internet e à boa vontade

de todos, podemos ajudar-nos mutuamente.


---> Graças à Internet e espalhando mails deste género, estaremos a contribuir para o incremento da ignorância e da crendice pseudocientífica. E estamos a dar de bandeja os nossos endereços a burlões que saberão quais são as pessoas mais fáceis de enganar.

 

14.


ESPALHE ENTRE FAMILIARES E AMIGOS URGENTEMENTE


---> O ENGRAÇADO É QUE NÃO ESPALHAM AS VERDADES. É SEMPRE AS MENTIRAS. POR QUE SERÁ? (DESCULPEM O GRITO)
Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 13:06
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (1) | Adicionar aos favoritos
|
LXXIV

Deve-se ilegalizar o ódio? É impossível legislar sobre as consciências. E indesejável, aliás. Deve-se censurar o discurso do ódio? Tenho as minhas dúvidas. A perseguição movida aos grunhos não ajudará a disseminar e a radicalizar esse ódio, tornando em vítimas os agressores? As contramanifestações da esquerda junto das manifestações da infinita estupidez humana só poderão ter algum efeito junto da opinião pública se forem silenciosas e pacíficas. Ir para batalhas campais ou para ver quem grita mais alto cria na população a percepção de que os dois "extremos" se tocam. O avanço do toureiro Marcelo Mendes sobre manifestantes antitourada na Torreira fez mais pela causa da defesa dos animais que por qualquer manifestação barulhenta. É preciso não perder de vista o objetivo implícito numa manifestação, que é conquistar o apoio e simpatia das populações. Curiosamente, as populações não gostam de manifestações porque as associam a destruição e a violência. É preciso mostrar às pessoas de que lado está a razão, não confundi-las. É uma tarefa difícil, e difícil porque facilmente se minam manifestações pacíficas, seja porque a paciência tem limites, seja por introdução de elementos infiltrados, seja porque ninguém é obrigado a ser mártir. E, infelizmente, a martirização continua a ser o mais eficiente caminho para conquistar corações. É fácil admirar e honrar os mortos.

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 12:21
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (5) | Adicionar aos favoritos
|
Agnes Obel

 

Agnes Obel, cantautora dinamarquesa, uma descoberta que fiz graças ao jrd, dona de um porte bergmaniano, de uma voz e um estilo musical muito contemporâneo mas sereníssimo, como se fosse um fresco rebento de uma Gymnopedie de Satie, bem visível nos acompanhamentos de piano, vale bem uns momentos de atenção.

 

Riverside, de Agnes Obel.
 Just So, de Agnes Obel
Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 11:40
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (3) | Adicionar aos favoritos
|
.Nada sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.Artigos da mesma série

. notas

. cinema

. livros

. poesia avulsa

. só porque

. política

. curtas

. arte

. guimarães

. música

. estupidez

. traduções

. wikipédia

. religião

. poesia i

. gosto de...

. ono no komachi

. narrativas

. tomas tranströmer

. buscas pedidas

. plantas

. arquitectura

. blogues

. enciclopédia íntima

. blogs

. braga

. fábulas de esopo

. as quimeras

. gérard de nerval

. carvalhal

. animais

. cultura popular

. disparates

. Herbário I

. poesia

. póvoa de lanhoso

. estevas

. pormenores

. umbigo

. bíblia

. ciência

. professores

. vilar formoso

. barcelos

. cinema e literatura

. coisas que vou escrevendo

. curtíssimas

. Guimarães

. rádio

. receitas

. ribeira da brunheta

. teatro

. vídeo

. da varanda

. economia

. educação

. família

. leitura

. lisboa

. mails da treta

. mértola

. Música

. os anéis de mercúrio

. cachorrada

. comida

. cores

. dança

. diário

. direita

. elogio da loucura

. escola

. esquerda

. flores de pedra

. hip hop

. história de portugal

. kitsch

. memória

. ópera

. profissão

. recortes

. rimas tontas

. sonetos de shakespeare

. terras de bouro

. trump

. Álbum de família

. alunos

. ângela merkel

. arte caseira

. aulas

. avaliação de professores

. ayre

. benjamin clementine

. citações

. crítica

. ecologia

. edgar allan poe

. ensino privado

. ensino público

. evolucionismo

. facebook

. todas as tags

.O que vou visitando
.Segredos
  • Escrevam-me

  • .Páginas que se referem a este site

    referer referrer referers referrers http_referer
    .Já passaram...
    .quem linka aqui
    Who links to me?
    .Outras estatísticas
    eXTReMe Tracker
    blogs SAPO
    .subscrever feeds