.Últimos bocejos

. Todas as águas

. Todos os poemas

. Hold back your love, Whit...

. Hallelujah Money, Gorilla...

. 4

. 3

. Love & Hate, Michael Kiwa...

. T-shirt weather in the ma...

. Yonkers, Tyler, the Creat...

. 2

. 1

. i

. Anacreonte

. Educação do meu imbigo

. Voltei! Ou talvez não (co...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Manual de Etiqueta e boa ...

. Aurora dos Pinheiros

. Versículos angélicos

. (19/01/2014)

. Cristianismo

. Arbeit macht frei

. Isso

. Limite

. Resignação solene

. LXXVIII

. Florentino Ariza num dia ...

. I've seen horrors... horr...

. Se bem me esqueço

. Enciclopédia Íntima: Pátr...

. LXXVII

. Experimental como o desti...

. Ruy do car(v)alhinho

. LXXVI

. Overgrown, James Blake

. MS MR - Hurricane

. Buscas pedidas: "filmes s...

. Para Thatcher

. S&M

. LXXV

. Mails da treta: Ímans e a...

. LXXIV

. Agnes Obel

. Amar, casar, perverter

. LXXIII

. LXXII

. LXXI

. Amar é dizer parvoíces

. Orgasm (Rock Cave), de Cr...

.Velharias

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Janeiro 2015

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

Terça-feira, 17 de Agosto de 2004
Allegretto - Sétima Sinfonia (Beethoven)

Foi na maresia dos instantes,
em lágrimas de solidão,
que o silêncio irrompeu do caos,
envolto em espuma e tristeza...
Foi nos braços de dor das criaturas abandonadas
que alguém ergueu alguém
da lama onde morria.
Foi nos olhos de quem não chorava
que todas as lágrimas
se espelharam.
E se espalharam
no cântico lago do mundo.
Foi...
Foi no inclinar da cabeça servil
que os cabelos atados da escravatura
se soltaram em gemidos,
varrendo o caminho às crianças
que corriam em direcção aos abismos
com que a vida as abraçava...
Foi no ventre infecto do mundo
que o mármore encerrou todos os destinos
não destinados à podridão,
esculpidos no silêncio
em forma de lábios fechados
alheios a qualquer oração.
Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 04:43
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (5) | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 16 de Agosto de 2004
A Cidade de Vidro - Paul Auster

Enquanto as ondas dispõem corpos voltados a ocidente e o sol me abrasa a pele com um irresponsável escaldão, leio em voz alta Paul Auster, enquanto a Cristiana aproveita os modelos semi-nus que lhe são dados de graça.

A primeira das três obras que constituem a trilogia de Nova Iorque, de Paul Auster, apareceu-me, então, como um prodígio de coincidências. Só quem não lê é que não se espanta com as vezes com que o romance em que pegamos vai de encontro e prolonga os pensamentos que dentro de nós fluem... E este romance-novela parecia espraiar até ao horizonte do espanto alguns momentos e pensamentos meus, coincidindo como um molde. Coincidências - o argumento dos cépticos e dos crentes. Auster revisita as coincidências fantásticas do seu "O Caderno Vermelho", que nos fazem vacilar entre a crença na veracidade e na dúvida quanto às suas narrativas. Nesse pequeno livrinho de short stories heterogéneas há uma que marca facilmente o leitor (pode ler o episódio em http://memoriavirtual.weblog.com.pt/arquivo/021200.html) e onde a coincidência fantástica não é mais que um acontecimento quotidiano interpretado fantasticamente pelas personagens.

A "Cidade de Vidro", o primeiro livro da trilogia, envolve-se de mistério que transcende a vulgar história de detectives - que também o é, ainda que não vulgar - transmutando a gabardine e os óculos de sol pelos paramentos hieráticos de uma religião que nos liga ao mistério da nossa condição de personagens a actuar para os anjos. Um dos atractivos do livro consiste  nas referências diversas a várias histórias, fictícias ou reais que vão comentando a história principal  e, através de uma relação que ultrapassa a simples dialéctica, comparação e paralelismo, dão forma a outra história que se interpreta à sua luz (o capítulo onde se apresenta uma breve "História das crianças selvagens" é disso exemplo). Paul Auster dá-nos a chave para a interpretação da sua obra. Não requer de nós conhecimentos prévios. Podemos não ter lido o Dom Quixote - livro que, por coincidência, andava a ler ao mesmo tempo -mas tudo o que é necessário compreender em relação às referências meta-narrativas do livro é nos dado pelo próprio Auster... Ou melhor: pelo Paul Auster reiventado por Paul Auster, noutra referência ao narrador fantasma (paradoxalmente porque se supõe real) de "Arthur Gordon Pym" - como Edgar Allan Poe, situando-se entre autor e narrador, num jogo complexo de vários contadores da história que se narram sucessiva e mutuamente (Umberto Eco tem um texto bastante interessante sobre o assunto em "Seis Passeios no Bosque da Ficção). Neste livro, o jogo expande-se às personagens. Um homem decide fazer-se passar por Paul Auster, que não parecendo ser o autor deste livro, acaba por sê-lo (ou não), assumindo a máscara até se perder nas palavras com que vai enchendo um caderno vermelho, numa cidade apocalíptica onde renasce a Torre de Babel, transfigurada em vidro, em vez de tijolos de adobe.

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 16:49
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
.Nada sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.Artigos da mesma série

. notas

. cinema

. livros

. poesia avulsa

. só porque

. política

. curtas

. arte

. guimarães

. música

. estupidez

. traduções

. wikipédia

. religião

. poesia i

. gosto de...

. ono no komachi

. narrativas

. tomas tranströmer

. buscas pedidas

. plantas

. arquitectura

. blogues

. enciclopédia íntima

. blogs

. braga

. fábulas de esopo

. as quimeras

. gérard de nerval

. carvalhal

. animais

. cultura popular

. disparates

. Herbário I

. poesia

. póvoa de lanhoso

. estevas

. pormenores

. umbigo

. bíblia

. ciência

. professores

. vilar formoso

. barcelos

. cinema e literatura

. coisas que vou escrevendo

. curtíssimas

. Guimarães

. rádio

. receitas

. ribeira da brunheta

. teatro

. vídeo

. da varanda

. economia

. educação

. família

. leitura

. lisboa

. mails da treta

. mértola

. Música

. os anéis de mercúrio

. cachorrada

. comida

. cores

. dança

. diário

. direita

. elogio da loucura

. escola

. esquerda

. flores de pedra

. hip hop

. história de portugal

. kitsch

. memória

. ópera

. profissão

. recortes

. rimas tontas

. sonetos de shakespeare

. terras de bouro

. trump

. Álbum de família

. alunos

. ângela merkel

. arte caseira

. aulas

. avaliação de professores

. ayre

. benjamin clementine

. citações

. crítica

. ecologia

. edgar allan poe

. ensino privado

. ensino público

. evolucionismo

. facebook

. todas as tags

.O que vou visitando
.Segredos
  • Escrevam-me

  • .Páginas que se referem a este site

    referer referrer referers referrers http_referer
    .Já passaram...
    .quem linka aqui
    Who links to me?
    .Outras estatísticas
    eXTReMe Tracker
    blogs SAPO
    .subscrever feeds