Terça-feira, 8 de Novembro de 2011
XLIX

Dei com uma fotografia minha no Público. Confesso que fiquei orgulhoso de coisa tão pequena...

publicado por Manuel Anastácio às 00:31
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
6 comentários:
De Silvério Salgueiro a 8 de Novembro de 2011 às 14:48
Também conhecida por couve "ratinha".
De Manuel Anastácio a 8 de Novembro de 2011 às 23:12
Tal como diz o artigo da Wikipédia...
De Silvério Salgueiro a 9 de Novembro de 2011 às 14:13
Sim. O que os artigos não mencionam é a importância que este vegetal (tem) teve na alimentação dos animais explorações domésticas.
Palha de Abrantes e tigeladas não têm já o amarelo de outros tempos.
De glaucia lemos a 9 de Novembro de 2011 às 15:52
Fui ver a foto pelo link do blog, e fiquei encantada, nunca tinha visto couve azul. Cobicei, fui a seu mural e compartilhei, deixando lá o aviso disso, mas não sei por que o comando não obedeceu. Mas levei a foto para meu mural, com o devido crédito naturalmente. É muito bonita. Parabéns pela foto e desculpe levar antes de ser autorizada. Obrigada. Um abraço. Glauca
De Manuel Anastácio a 9 de Novembro de 2011 às 21:35
Couve-glauca. É verdade. Silvério: omeu arroz doce, apesar de não ser à moda de Carvalhal, tem de levar sempre ovos de galinhas empanturradas em couve ratinha. :)
De Maria Helena a 10 de Novembro de 2011 às 09:42
E bem que tens toda a razão em estar orgulhoso, ora!
Couve-fantástica, chamar-lhe-ia.

Dizer de sua justiça

.pesquisar