Quinta-feira, 23 de Junho de 2011
XLI

O BE não foi à mesa da Troika por uma única e clara razão: porque não tinha de ir, porque não era lógico ir, porque não ia lá fazer nada. As pessoas não compreenderam isso? Não? A sério? E eu tenho lá culpa de as pessoas serem burras? Chamem-me arrogante à vontade. Sou arrogante, quero lá saber... E se o BE foi arrogante, era assim que eu o queria e o quero ainda. Arrogante, mas coerente. Agora vamos andar atrás da coerência postiça dos CDésses só porque dá votos? Se as pessoas são burras, medrosas ou o camandro, os partidos devem rever os seus valores de modo a ajustá-los à burrice, medo e camandrice das pessoas?... Haja paciência.

publicado por Manuel Anastácio às 09:09
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar