Quinta-feira, 23 de Junho de 2011
Assunção

Não vou embarcar no coro de elogios a Assunção Esteves. Votaria a seu favor, se fosse deputado, mas apenas porque é lógico que o lugar tem de ir para alguém do PSD e porque o Fernando Nobre merecia bem este peido cigano. O fato de ser mulher, e de ter votado pelo lado certo no referendo do aborto (como o Passos Coelho, aliás) não faz dela uma pessoa justa. É apenas o mal menor. O mal maior, mas mal legítimo e adquirido por vontade própria dos maltratados, é ter de ser alguém como ela.

publicado por Manuel Anastácio às 08:53
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar