Sábado, 24 de Junho de 2006
Ono no Komachi - Recusa

“Diana e Acteão”, gravura de Carlo Maratti (1625 – 1713)  

Tudo o que me ofereceste

Se tornou meu inimigo.

Não tivesse tais presentes

E, por um momento,

Talvez merecesse

Paz, esquecimento.
 

(Versão de Manuel Anastácio de um poema de Ono no
Komachi a partir de uma tradução de Hirshfield & Aratani).

 

Submeter-me a ti?

Poderá ser isso

O que estás a sugerir?

Queres que faça caminho

Sobre água que ondula?

Queres que obedeça

Ao vento ocioso?

(Versão de Manuel Anastácio de um poema de Ono no
Komachi a partir de uma tradução de Burton Watson)
Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 13:49
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar