Domingo, 19 de Junho de 2011
XXXVI

Quando é que certas aventesmas vão descobrir que a falta de ideologia é também uma ideologia... Mais: é a mais perigosa e destrutiva de todas as formas de ideologia.

publicado por Manuel Anastácio às 11:53
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
3 comentários:
De Teresa a 19 de Junho de 2011 às 12:53
Pior do que não ter ideologia é não ter ideias, ou então subvertê-las aos interesses mais ou menos mesquinhos, de forma que a ideologia não passe de uma tentativa de encaixe num qualquer sistema, como se de um abrigo se tratasse . Deixo aqui um trecho interessante do livro 'Está tudo ligado - O poder da música' de Daniel Barenboim :

"Outra limitação inevitável à liberdade de pensamento é a tentativa de melhorar a condição da existência humana pela construção de um sistema de crenças que torne supérfluas as interrogações. Não há dúvida que a formulação de interrogações respeitantes à nossa existência tem subjacente um grande esforço, esforço esse circunscrito pelos receios de não sermos capazes de responder a essas interrogações ou, pior ainda, de encontrar respostas desconcertantes. Esse esforço é a arma mais poderosa de que dispomos para combater o dogma; a simples ideia de questionar pressupõe a vontade e a coragem de aprender por etapas sem qualquer garantia de adquirir o conhecimento no final do processo. Por outro lado a busca de um sistema é o embrião da base da ideologia e do fundamentalismo.

(...)

A faculdade de distinguir entre ideia e ideologia e de optar por reavaliar os princípios que nos regem em vez de nos contentarmos com uma solução pronta a usar não é apenas um desafio para o intelecto, mas também para o carácter."

Suponho que isto nem é uma opinião contrária à deste post :) mas senti quase uma necessidade de me justificar pelo facto de ser incapaz de me encaixar em qualquer ideologia.

(Só apareci para refilar, mas sempre leio atentamente este blog :) )
De Manuel Anastácio a 19 de Junho de 2011 às 22:41
O livro do Barenboim, que há muito está a pedir um comentário meu aqui, é muito acertada, ainda que discorde com a ideia monolítica da ideologia apresentada pelo Barenboim. A ideologia, tal como a Ciência, pode ser um sistema de ideias dinâmico. Aliás: tem de ser. Se não, deixa de ser ideologia para se tornar em doutrina. Dou, talvez, um significado diferente à mesma palavra, até porque concordo em grande parte com o pensamento de Barenboim.
De Manuel Anastácio a 19 de Junho de 2011 às 22:42
Ah: eu adoro que refilem. Só tenho pena de ter tão pouca gente por aqui a refilar.

Dizer de sua justiça

.pesquisar