Sábado, 4 de Junho de 2011
As armas deles

Quando alguém, que não nomeio, via imagens de jovens (ainda há algum pejo em descarregar sobre velhinhas, graças a Deus) a serem espancados em manifestações, amante da ordem, como era, dizia: "não se metessem lá". Não via que era a ele mesmo que davam porrada da grossa. 

 

O meu país agoniza. Estou farto, doente, decepcionado. Hoje vi gente a cavar a própria sepultura. Amanhã verei um país a cavar uma enorme vala comum. Seja. Acabem com isto quanto antes.

publicado por Manuel Anastácio às 23:52
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar