Sábado, 4 de Junho de 2011
O dia em que Paulo Coelho se mostrou clarividente

Sem a necessidade de escrever textos pseudo. A ideia é clara e inevitável. Ai. Não existem inevitabilidades. Só aquelas que nós quisermos. Agora, é preciso definir "nós".

publicado por Manuel Anastácio às 11:54
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar