Sábado, 4 de Junho de 2011
Venturoso

Um dia, procurei por Índias Ocidentais numa coisa, na altura, ainda pouco conhecida por estas bandas. E caí num canto chamado "Bacia das Almas". E não só descobri uma alma do Renascimento, que tudo faz com a perfeição das coisas que trazem ternura dentro, como descobri que o ato de roubar pode ser o mais generoso ato do mundo.

publicado por Manuel Anastácio às 11:39
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar