Sexta-feira, 8 de Outubro de 2010
Early Morning Fog III - Canção: Para Célia, de Ben Jonson

Palavras enregeladas por suores frios nocturnos.

 

A mim bebe, com tais olhos

E os meus a ti brindarão;
Ou pousa um beijo na taça

E vinho não buscarão.
Sede que na alma nascesse

Ambrósia reclamaria,

Mas por Jove convidado

Por ti a dispensaria.


De rosas, uma grinalda

Não tanto para te honrar,

Dei-te, esperando que, aí,

Não viriam a murchar.

Mas bastou-te respirar

E mandaste-as para mim.

E crescem e cheiram, juro,

Não a elas, mas a ti.

 

Versão/Tradução de Manuel Anastácio, sem qualquer cuidado em relação à métrica

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 06:25
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar