.Últimos bocejos

. Os filhos não devem ser o...

. Todas as águas

. Todos os poemas

. Hold back your love, Whit...

. Hallelujah Money, Gorilla...

. 4

. 3

. Love & Hate, Michael Kiwa...

. T-shirt weather in the ma...

. Yonkers, Tyler, the Creat...

. 2

. 1

. i

. Anacreonte

. Educação do meu imbigo

. Voltei! Ou talvez não (co...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Manual de Etiqueta e boa ...

. Aurora dos Pinheiros

. Versículos angélicos

. (19/01/2014)

. Cristianismo

. Arbeit macht frei

. Isso

. Limite

. Resignação solene

. LXXVIII

. Florentino Ariza num dia ...

. I've seen horrors... horr...

. Se bem me esqueço

. Enciclopédia Íntima: Pátr...

. LXXVII

. Experimental como o desti...

. Ruy do car(v)alhinho

. LXXVI

. Overgrown, James Blake

. MS MR - Hurricane

. Buscas pedidas: "filmes s...

. Para Thatcher

. S&M

. LXXV

. Mails da treta: Ímans e a...

. LXXIV

. Agnes Obel

. Amar, casar, perverter

. LXXIII

. LXXII

. LXXI

. Amar é dizer parvoíces

.Velharias

. Agosto 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Janeiro 2015

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

Domingo, 26 de Setembro de 2010
Comentário II - correspondência online

Responde o Shark:

 

Dos três partidos de esquerda com representação parlamentar (num dos quais militei durante cerca de 11 anos) retenho a imagem dos demagogos inconsequentes (as putas finas da esquerda caviar), a dos obsoletos intransigentes (as matronas da esquerda retrógrada) e a dos ambidestros incongruentes (as madames da esquerda oportunista). Do meu contacto próximo com qualquer destas esquerdas na sua versão partidária só alimentei a sede de distância do fenómeno e das pessoas que o protagonizam. Não é a ideologia que nos trai mas a forma enviesada como os vícios partidários a moldam ao sabor das corridas aos poderes (locais ou nacionais) e como em nada se distinguem esquerda e direita na transformação sistemática dos partidos em feudos onde instalam as catapultas para hordas de medíocres sem qualquer amor à Pátria ou mesmo a qualquer ideal para lá do seu interesse pessoal e mesquinho. A sério, Manuel: eu no contexto destas estruturas criadas só mesmo à chapada (já não tenho dentes para morder a sério)... :)

 

E eu, perante esta resposta, só penso que faltam tubarões na política. Não moreias balofas, mas tubarões. As putas finas da esquerda caviar (juro que jamais vi algo que se assemelhasse a caviar ou putas finas no Bloco de Esquerda - a comida, nos jantares, é sempre má, e as prostitutas - de qualquer calibre - se as vejo, é no PS e no PSD) são, provavelmente, percepção de um círculo restrito sobre o qual não posso comentar por falta de conhecimento de causa.

 

...já não tenho dentes para morder a sério

 

 

!!!! Não me desiludas.

publicado por Manuel Anastácio às 23:11
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
2 comentários:
De shark a 27 de Setembro de 2010 às 01:11
:)
Quando me refiro às "putas finas" é, obviamente, no sentido figurado que descreve a camada de discurso muito intelectual a cobrir uma essência pouco realista que deriva de uma forma imberbe de analisar a realidade e turva de alguma forma o pragmatismo dos bloquistas (falta à maioria vergar a mola para entenderem melhor os contornos da sua luta).
Claro que o meu raciocínio enferma do perigo normal das generalizações (não conheço todos os bloquistas), mas insisto na tónica da imagem. E foi essa a que os fedelhos bem falantes próximos do BE (como o Daniel Oliveira, por exemplo) sempre me deixaram...
De Manuel Anastácio a 27 de Setembro de 2010 às 07:44
São percepções... que não coincidem, na prática, com as minhas. O intelectualismo do BE caminha, no meu ponto de vista, para um pensamento fiel aos princípios da justiça social, mas cada vez menos preso ao dogmatismo das ideologias. E o BE continua, para mim, a ser o pior de todos os partidos - à excepção de todos os outros.

Mas se temos essa percepção dos partidos, penso que o que temos de fazer é participar neles. O espaço ocupado por alguém que faça política de forma sincera estorva sempre os passos aos aldrabões. Que os há em qualquer lado.

Dizer de sua justiça

.Nada sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.Artigos da mesma série

. notas

. cinema

. livros

. poesia avulsa

. política

. só porque

. curtas

. arte

. guimarães

. música

. estupidez

. traduções

. wikipédia

. religião

. poesia i

. gosto de...

. ono no komachi

. narrativas

. tomas tranströmer

. buscas pedidas

. plantas

. arquitectura

. enciclopédia íntima

. blogues

. braga

. fábulas de esopo

. as quimeras

. gérard de nerval

. carvalhal

. animais

. blogs

. cultura popular

. disparates

. Herbário I

. poesia

. póvoa de lanhoso

. estevas

. pormenores

. umbigo

. bíblia

. ciência

. professores

. vilar formoso

. barcelos

. cinema e literatura

. coisas que vou escrevendo

. curtíssimas

. educação

. Guimarães

. rádio

. receitas

. ribeira da brunheta

. teatro

. vídeo

. da varanda

. economia

. família

. leitura

. lisboa

. mails da treta

. mértola

. Música

. os anéis de mercúrio

. cachorrada

. comida

. cores

. dança

. diário

. direita

. elogio da loucura

. escola

. esquerda

. flores de pedra

. hip hop

. história de portugal

. kitsch

. memória

. ópera

. profissão

. recortes

. rimas tontas

. sonetos de shakespeare

. terras de bouro

. trump

. Álbum de família

. alunos

. ângela merkel

. arte caseira

. aulas

. avaliação de professores

. ayre

. benjamin clementine

. citações

. crítica

. ecologia

. edgar allan poe

. ensino privado

. ensino público

. evolucionismo

. facebook

. todas as tags

.O que vou visitando
.Segredos
  • Escrevam-me

  • .Páginas que se referem a este site

    referer referrer referers referrers http_referer
    .Já passaram...
    .quem linka aqui
    Who links to me?
    .Outras estatísticas
    eXTReMe Tracker
    blogs SAPO
    .subscrever feeds