Terça-feira, 21 de Setembro de 2010
Coisas que me fazem ficar arrogante

Eu sei que sou interpretado como sendo arrogante quando, em conversa com alguém, defendo as minhas ideias com argumentos. Os outros julgam que basta expôr as suas ideias, sem quaisquer argumentos, para que eu as aceite - é que eles têm sempre razão, e eu tenho de adivinhar as razões que lhes dão razão. É que eu sou estúpido, não vejo aquilo que é claro para todos os outros. Eu preciso de argumentos, de provas ou, ao menos de fortes indícios - que excentricidade!... Por isso sou considerado arrogante. E sou considerado arrogante porque me apaixono pelo diálogo, ao contrário daquelas pessoas que sopram para o ar e desfazem assim uma bela discussão para, depois, falar do tempo (não da natureza do tempo, físico ou psicológico, mas aquela coisa do calor e da humidade).

 

Isso azeda-me a vida.

 

Vai-me valendo o facto de eu saber fazer óptimas limonadas com quantidades excessivas de limão.

publicado por Manuel Anastácio às 11:38
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
3 comentários:
De cs a 21 de Setembro de 2010 às 15:00
sendo assim, até eu sou arrogante.
Este post dá pano para mangas.
De Gerana Damulakis a 21 de Setembro de 2010 às 17:34
Creio que eu também sou arrogante. E, pior, muito chata.
De Conrado a 30 de Janeiro de 2011 às 02:16
Caro Manuel, não é que minha esposa é assim...e eu, sem paciência, não consigo ficar muito tempo em delongas com ela, mas igual a você, ela deve gostar de um diálogo! Abraços!

Dizer de sua justiça

.pesquisar