.Últimos bocejos

. Os filhos não devem ser o...

. Todas as águas

. Todos os poemas

. Hold back your love, Whit...

. Hallelujah Money, Gorilla...

. 4

. 3

. Love & Hate, Michael Kiwa...

. T-shirt weather in the ma...

. Yonkers, Tyler, the Creat...

. 2

. 1

. i

. Anacreonte

. Educação do meu imbigo

. Voltei! Ou talvez não (co...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Manual de Etiqueta e boa ...

. Aurora dos Pinheiros

. Versículos angélicos

. (19/01/2014)

. Cristianismo

. Arbeit macht frei

. Isso

. Limite

. Resignação solene

. LXXVIII

. Florentino Ariza num dia ...

. I've seen horrors... horr...

. Se bem me esqueço

. Enciclopédia Íntima: Pátr...

. LXXVII

. Experimental como o desti...

. Ruy do car(v)alhinho

. LXXVI

. Overgrown, James Blake

. MS MR - Hurricane

. Buscas pedidas: "filmes s...

. Para Thatcher

. S&M

. LXXV

. Mails da treta: Ímans e a...

. LXXIV

. Agnes Obel

. Amar, casar, perverter

. LXXIII

. LXXII

. LXXI

. Amar é dizer parvoíces

.Velharias

. Agosto 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Janeiro 2015

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

Segunda-feira, 13 de Setembro de 2010
IX

 

 

 

O gótico foi um estilo artístico medieval que se definia, estruturalmente, pela ascensão. Hoje em dia, os chamados góticos definem-se estruturalmente pelo peso e pela atracção pelo abismo. Sempre houve este desejo doentio pelo que morre e pelo que cai nas trevas. Valha-nos o Monte dos Vendavais. Nunca vi nenhum filme nem li nenhum livro da chamada "Saga" Twilight (apesar dos produtos anexos serem explícitos quanto à coisa) e os vampiros de agora são todos uns coisos que não vale a pena nomear. Que diferença entre esta vampiresca moda e o Nosferatu de Murnau... A profundidade do mito ao serviço da expressão da Condição Humana desceu (ou subiu - à superficialidade) às partes baixas dos adolescentes e,em vez de sangue, que segundo o Renfield do Bram Stocker, era vida, são as hormonas a ditar a lei da parte escura da alma. Talvez tenham razão. Calo-me. Às vezes a verdade vem ao de cima, quer dizer, à superfície, como o azeite - ou os elefantes.

 

Isto só para apresentar o vídeo da Florence Welsh. Gótico à moda moderna, para essa Saga que ainda não vi. E lembro-me, entretanto, que não apareci no lançamento do segundo volume da Lua da Anabela Lopes, porque não pude mesmo (ela deve julgar que não apareci porque não me deu a ler o livro antes, como tinha prometido inicialmente.... :| )... E não faço ideia onde é que o livro está à venda, por isso ainda continuo sem saber se a Lua, ao entrar na pré-adolescência, se rendeu à licantropia ou se tornou vestal... Entretanto, tenho umas resenhas sobre livros da Gláucia que estão a custar a parir. Muitas folhas, muitos apontamentos, muita responsabilidade nas palavras que aqui gravar, muito medo de meter os pés pelas mãos... Gláucia, uma coisa lhe garanto: não há dia que não passe desde há dois meses atrás (mais: a sua assinatura é de Maio, Deus meu!...) que não me julgue em dívida. Já escrevi muito sobre as suas palavras. O pior é dar-lhes luz. Banhá-las com a luz do sol que (antigamente) matava os vampiros. Tenho a "Trilha de Ausências" aqui ao lado. A capa vai dando sinais de uso. E o mesmo acontece ao Marujo Verde que, coitado, é obrigado pela minha insistência a voltar ao alcance da bocarra do Dragão de Komodoro ou das setas dos caçadores de cabeças... para não falar daquele cão azul nunca visto, saído da mochila amarela de Mariela... É assim, há meses para mim cheios, sem que deles reste registo fóssil ou outra coisa que aos outros preste.

 

Mas já falei de mais. Aliás. Hoje nem era para dizer coisa nenhuma. Falei e disse. E quem fala assim, na verdade... às vezes gagueja.

 

E queria aproveitar para mandar um beijinho e um abraço ou vice-versa, conjuntiva ou disjuntivamente... posso?... para... adivinhem. Esqueçam. Não vou mandar beijos para ninguém. Nem abraços. Se os querem, venham cá buscá-los, que é de graça.

 

Perdoem-me a parvoíce.

Artigos da mesma série: ,
publicado por Manuel Anastácio às 22:02
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
.Nada sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.Artigos da mesma série

. notas

. cinema

. livros

. poesia avulsa

. política

. só porque

. curtas

. arte

. guimarães

. música

. estupidez

. traduções

. wikipédia

. religião

. poesia i

. gosto de...

. ono no komachi

. narrativas

. tomas tranströmer

. buscas pedidas

. plantas

. arquitectura

. enciclopédia íntima

. blogues

. braga

. fábulas de esopo

. as quimeras

. gérard de nerval

. carvalhal

. animais

. blogs

. cultura popular

. disparates

. Herbário I

. poesia

. póvoa de lanhoso

. estevas

. pormenores

. umbigo

. bíblia

. ciência

. professores

. vilar formoso

. barcelos

. cinema e literatura

. coisas que vou escrevendo

. curtíssimas

. educação

. Guimarães

. rádio

. receitas

. ribeira da brunheta

. teatro

. vídeo

. da varanda

. economia

. família

. leitura

. lisboa

. mails da treta

. mértola

. Música

. os anéis de mercúrio

. cachorrada

. comida

. cores

. dança

. diário

. direita

. elogio da loucura

. escola

. esquerda

. flores de pedra

. hip hop

. história de portugal

. kitsch

. memória

. ópera

. profissão

. recortes

. rimas tontas

. sonetos de shakespeare

. terras de bouro

. trump

. Álbum de família

. alunos

. ângela merkel

. arte caseira

. aulas

. avaliação de professores

. ayre

. benjamin clementine

. citações

. crítica

. ecologia

. edgar allan poe

. ensino privado

. ensino público

. evolucionismo

. facebook

. todas as tags

.O que vou visitando
.Segredos
  • Escrevam-me

  • .Páginas que se referem a este site

    referer referrer referers referrers http_referer
    .Já passaram...
    .quem linka aqui
    Who links to me?
    .Outras estatísticas
    eXTReMe Tracker
    blogs SAPO
    .subscrever feeds