Segunda-feira, 29 de Maio de 2006
Ono no Komachi - madrugadas


Mais dois poemas de Ono no Komachi...

Ter-me-á ele aparecido

Porque adormeci
Pensando nele?
Se então soubesse que estava a sonhar
Jamais teria acordado.

Esta noite de outono
Foi longa apenas em conceito.
Nada mais fizémos
Que nos olharmos em silêncio
E logo veio a madrugada.


... fazendo lembrar Romeu e Julieta:

It was the lark, the herald of the morn;

No nightingale. Look, love, what envious
streaks


Do lace the severing clouds in yonder East.

Night's candles are burnt out, and jocund
day


Stands tiptoe on the misty mountain tops.
Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 19:46
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar