Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009
Mails da treta: Envia estae mail a favor da UNICEF. .. 5€por cada email enviado.

Há, definitivamente, pessoas que acreditam no Pai Natal. Já aqui falei uma ou duas vezes de mails que as pessoas enviam umas às outras, em forma de corrente e que são puro engano, logro... e, pior que tudo, fazem-me duvidar da inteligência de quem os manda. Contudo, conhecendo eu bem as pessoas que mos enviam, sei bem que tenho apenas de fazer contas ao peso da sua boa vontade e bondade em relação à desconfiança que essas pessoas poderão ter em relação ao teor desses mails. Porventura pensarão que, provavelmente, aquilo é mentira, mas mais vale passar, sabe-se lá, mal não virá ao mundo por passarem a todos os seus contactos a mensagem que mostra uma criança desaparecida ou outra coisa qualquer semelhante. Ora, o pior é que há mal, sim, em passar certos mails de gente que devia ter vergonha de, simplesmente, existir. Um deles é este, que passo a citar e que, antes do mais, deixo em letras maiúsculas, não vá alguém cair aqui por engano e pensar que estou a dar o meu aval a tal pouca vergonha:

 

NÃO ACREDITEM NO SEGUINTE TEXTO ATÉ À PALAVRA STOP!

 

Envie esta mensagem, ela dará € 10 à Unicef e é gratuita para você ...

Unicef & MSN Kampanyas Yard?m

Acordo de ajuda entre Unicef & MSN

Por favor, antes de deitar fora a comida que tem no seu prato pense nas pessoas que estão morrendo de fome!
 


Em África, existem crianças morrendo de fome. Segundo o acordo firmado entre a UNICEF e o MSN para as crianças falecidas e outras crianças, uma ajuda acaba de começar.

Por cada vez que você enviar esta mensagem aos seus contactos/amigos/colegas/familiares, 5 € serão atribuídos à conta da UNICEF.

Para as nossas crianças em África e as vítimas do tsunami, queira participar, por favor, neste 'Apelo de Amizade'.

Pelo facto de ter recebido este e-mail e o ter reenviado a outra pessoa, já deu 10 Euros a ganhar à Unicef.

Por favor, faça viver essas crianças que estão em risco de morrer. Não nos esqueçamos que a cada segundo, uma criança está em risco de morrer de fome.

Envie este e-mail a todas as pessoas que conhecer... obrigado.

STOP!

A partir de agora pode acreditar:

As pessoas que enviam este género de mail acreditarão, sinceramente, que estão a dar 10 euros à Unicef por estarem a mandar o mail a alguém? Ou seja, se enviarem o mail a 35 contactos (na melhor das hipóteses, terão mais de mil contactos a quem enviarão, cheios de generosidade o mail que conseguiria o que Jesus Cristo não conseguiu com o milagre dos peixes), pensarão, por acaso, que estão a doar, com tamanha facilidade, 350 euros à UNICEF?!!!! Que é ridículo, é... Mas, perdoe-me a pessoa que me enviou o mail, mas isso não só é ridículo, como é CRIMINOSO. Tal falta de bom senso só serve para descredibilizar o bom nome da UNICEF e para descredibilizar o nome de quem me envia tal porcaria.

 

Há muitos elementos que permitem considerar este texto uma fraude. Em primeiro lugar, está muito mal escrito. Depois, um texto aprovado pela UNICEF não mostraria, de forma escatolográfica, porque pornográfica não é adequado: pornografia é a exposição gráfica do "pornos", do "amor" ou, pelo menos, do "prazer", enquanto que neste caso o que se mostra é a indignidade do ser humano, no extremo da sua mais abjecta culpa. A imagem que, a custo, aqui coloquei, apenas porque faz parte desta vergonha em forma de mail, é indigna porque alguém anda a fazer negócio com o sofrimento REAL que ali está retratado. Quem envia este mail a outras pessoas está de tal forma insensibilizado e rombo nos sentimentos que nem sequer pensa no que está a ver! É-me impossível conceber que alguém acredite que, existindo crianças a morrer de fome naquelas condições, consiga doar mais de cem euros (dez euros já seria uma fortuna, meus amigos) só por mandar a porcaria, a MERDA de um mail que tresanda a pouca vergonha na cara.

Eu nem sequer deveria dar-me ao trabalho de explicar que estes mails servem apenas para algumas empresas CRIMINOSAS arrebanharem mails de toda e mais e alguma gente para enviarem os seus mails de SPAM a vender Viagra e Cialis! Não deveria, mas tenho de o fazer, já que há pessoas que nem sequer têm o bom senso de reflectirem  sobre o que estão a fazer quando enviam uma mensagem de mail a outra pessoa. Eu digo-vos o que estão a fazer: estão a DIZER algo a outra pessoa. Talvez não dêem muita importância ao acto de DIZER. Pois eu digo-vos que DIZER é FALAR, é COMUNICAR, é LIGAREM-SE A OUTROS SERES HUMANOS. Nestes momentos, sinto-me como os Lacedemónios que se recusaram a ajudar os náufragos que, chegando à sua terra apenas disseram "Ajudem-nos", com o pretexto de que tinham falado de mais, já que o seu aspecto miserável já, só por si, servia para indicar que necessitavam de ajuda. Convém pesar as palavras. Usem-nas nos poemas com toda a liberalidade, gastem-nas. Mas não as prostituam. Ao enviarem um mail, usando o nome de uma Instituição que trabalha pelo bem, ao menos, investiguem por meia dúzia de segundos (já ouviram falar do Google???) se aquilo que estão a fazer corresponde à verdade. Mandar um mail usando o nome de uma Instituição que nos merece todo o respeito merece esses segundos de crítica e de bom senso. Ao enviarem aquela estrumeira a outras pessoas estão a enfileirar com aqueles que usam o bem para fazer o mal. Estão a alimentar monstros que, se são capazes de lucrar com a imagem do extremo sofrimento de uma criança coberta de moscas é porque são capazes de fazer o mesmo a muitas mais. POR FAVOR: PENSEM ANTES DE MANDAR O QUER QUE SEJA A ALGUÉM. Não julguem que do vosso acto não virá mal ao mundo. Um mal virá, pelo menos: o mal de as pessoas à vossa volta se tornarem ainda mais insensíveis às palavras e, à conta disso, tornarem-se ainda mais insensíveis para com o sofrimento dos outros. Parem. Simplesmente, parem. Parem, parem! Tenham vergonha na cara.

Ainda me dei ao trabalho de pedir umas palavrinhas à própria Unicef. Transmito-as. Estas sim, vale a pena ler:

Através de um doador, recebemos o mesmo e-mail que nos deixou bastante incomodados, pois nada tem a ver com a UNICEF.

Lamentamos o abuso por parte de pessoas sem escrúpulos que se servem de imagens terríveis de crianças e usam indevidamente o nome da UNICEF para fins que desconhecemos.  

Agradecendo o seu alerta, enviamos os melhores cumprimentos.

 

 

Carmen Serejo

Assistente da Direcção

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Boa noite. E durmam bem. Se conseguirem.

publicado por Manuel Anastácio às 21:19
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
8 comentários:
De Anabela Lopes a 18 de Dezembro de 2009 às 11:46
Aleluia!!! Alguém que me compreende e que é da mesma opinião que eu!!! Estou completamente farta de receber esse tipo de mails! Acho ridículo que alguém acredite mas, mais que isso, enoja-me o facto de usarem essas imagens chocantes com o objectivo de comover o leitor. Hoje em dia eu já reconheço esse tipo de mail só pelo título e a única coisa que faço é mandar para o lixo sem ler.
Só me questiono sobre o que raio ganham as pessoas que criam esse tipo de mails.

Enfim, haja alguém com bom senso.


De dbl a 31 de Maio de 2010 às 19:12
Meu Deus. Estou com um peso de consciência por ter enviado. Essas empresas desceram mesmo baixo! Agora usam a boa-vontade das outras pessoas. Até com a UNICEF!
De Pedro Agrelos a 19 de Novembro de 2010 às 14:51
Boas

Realmente estas situações são tristes, mas continuarão a acontecer. Sempre que recebo um email deste genero, respondo a quem me enviou que é treta, adicionar contactos em Bcc, blá, blá... Também devemos educar os nossos amigos!

Cumprimentos
De email marketing, enviar newsletter a 16 de Março de 2011 às 12:07
Infelizmente há pessoas que ainda caiem nestes truques...
De JSilva a 3 de Janeiro de 2012 às 10:17
Sugestão: quando se recebe um e-mail alarmante, chocante e que enfatisa desesperadamente o seu re-envio, deve-se desconfiar imediatamente.

Qualquer pessoa pode juntar um texto qualquer com uma imagem qualquer.

Por favor, antes de se re-encaminhar um conteúdo de autoria alheia, CONFIRMAR a veracidade e autenticidade: bastar ir ao google e em segundos se tem um feedback esclarecedor!
É tão simples.
Outra nota muito importante: quando se envia um e-mail para vários destinatários que não se conhecem entre si, deve-se colocá-los no campo de envio oculto: "Bcc".
De Antonio Pereira a 4 de Junho de 2012 às 10:40
É de facto incrível que usem imagens e situações como estas para estes fins.
É também lamentável como as pessoas continuam a reenviar e-mails deste género sem se preocupar em averiguar a sua veracidade. afinal uma simples pesquisa desmascara logo estas fraudes...
De Marta Rego a 6 de Junho de 2014 às 18:04
Obrigada, desde já, por ajudarem a esclarecer estas situações. Já estamos em 2014 e ainda circula o e-mail pois acabo de o receber.
Gostaria apenas de acrescentar em relação à UNICEF que, apesar do seu bom nome, apenas 15% do que doamos chega efectivamente às pessoas que necessitam. Por isso, aconselho a quem quiser ajudar realmente quem precisa, procure informar-se sobre as instituições que ajuda.
De Jose Martins a 30 de Julho de 2014 às 16:08
Bom, o recado está aí, de um jeito forte, mas certamente para "chacoalhar" um pouco as mentes. A Mãe Natureza nos deu dois lados, emocional e racional, para tomarmos decisões mais sábias e seguras. É preciso conhecer e aprender a domar nossas reações instintivas, pois nem sempre uma atitide aparentemente positiva tem efeitos verdadeiramente construtivos!

Tais mensagens abusam e esvaziam nossa preciosa solidaridade!
O mundo precisa de mais atitudes efetivas e menos decisões tomadas por impulso. Um pouco de equilíbrio nessas horas é muito saudável!

Adotei nos últimos tempos a seguinte estratégia: na maioria dos casos deconsidero emails (ou mesmo posts no facebook) simplesmente repassados, quando o(a) remetente nada acrescenta nem expressa uma opinião, pois caracteriza uma situação impensada ou pouco avaliada.

Afinal, somos simples autômatos repassadores de textos, ou temos algo de valor a agregar às mensagens?

O duro é ver essas situações se repetindo tantas vezes, por anos a fio... por isso pensei em contribuir com algumas palavras aqui. Agradeço muito a atenção!

Dizer de sua justiça

.pesquisar