Segunda-feira, 22 de Maio de 2006
A última flor do Lácio
                            
Schubert foi um dos primeiros artigos que escrevi na Wikipédia em português. Lembro-me bem como era a pt.Wikipédia quando o escrevi - meia dúzia de artigos (cada um pior que o outro - muitos deles não interessavam ao menino Jesus). Mas acreditei no projecto. Hoje, a Wikipédia em português está bem melhor. Não é nenhuma maravilha, mas a verdade é que já tem alguns artigos que, se não estão bem escritos, pelo menos fornecem tanta ou mais informação quanto os artigos da Wikipédia em inglês (ainda assim, podemos encontrar uma boa vintena de artigos que nos poderia orgulhar, se tivéssemos olhos na cara - é pouco? Para mim, olhando para o número de "usuários" que escrevem alguma coisa por lá, parece-me uma boa marca...). O que me faz uma comichão terrível é este desprezo que vejo por todo o lado em relação aos conteúdos na nossa Wikipédia. Dizem que é de má qualidade - ora bem!!! Se os próprios portugueses e brasileiros preferem contribuir para a versão em inglês!!! A verdade é que os lusófonos em geral não acreditam na sua própria língua. Ao contrário dos ingleses e norte-americanos, que se esqueceram das diferenças das duas variantes linguísticas, o pessoal de Portugal chega à Wikipédia em português e diz: "ora... isto é um antro de brasileirada" e não volta mais, muito contente intelectualmente pela sua xenofobia linguística. Claro que ficarão furiosos comigo se os chamar de xenófobos. Dizem que xenófobos são os brasileiros, que passam a vida a lamuriar o facto de terem sido colonizados pela cambada de ignorantes que são os portugueses - esses seres abjectos de bigode e barriga de cerveja. E assim, justificando a xenofobia com a xenofobia alheia, vamos andando. A qualidade literária dos textos é colocadada em questão por todos - e para a maioria em Portugal, o que está escrito em "brasileiro" é sempre mau...

A verdade é que a última flor do Lácio tem as pétalas arrancadas. Por ignorância, por descrença, por preconceito, por falta de amor próprio do mundo lusófono. E  tenho a certeza que o estado da Wikipédia em português é um perfeito indicador do estado da nossa língua. Cada link para um artigo da Wikipédia em inglês (como vejo em tudo o que são blogs), ignorando que pode existir um em português ou não se dando ao trabalho de começar nem que seja um esboço na nossa língua, é um sinal de decadência da nossa vontade e do nosso orgulho.
Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 01:27
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
2 comentários:
De Artur a 23 de Maio de 2006 às 16:18
Pois, como tipos como eu que passam a vida a criar links para a wikipédia em inglês.
De Manuel Anastácio a 23 de Maio de 2006 às 18:22
Exactamente pá... ehehe!

Dizer de sua justiça

.pesquisar