Quarta-feira, 22 de Julho de 2009
Salmo I

Versão de pankuolong, com ocarina, de um tema de "Okuribito", da banda sonora composta por Joe Hisaishi.

 

Feliz o homem que não se aconselha com injustos,

Que não sustém o passo nas veredas de quem a si mesmo se nega,

Nem se senta na roda do riso indigno.

Por outra via, o seu caminho

Estende-se no sorriso justo de Deus

Sobre o qual medita, noite e dia.

É como árvore junto a água transbordante,

Dando fruto em hora certa

E de sempre verde folhagem.

Tudo o que faz, fá-lo,

Na certa medida das coisas justas.

Não assim os que caçoam do que é belo.

Não assim, mas como palha,

Seca, varrida pelo vento da eira deserta do mundo.

Por isso, chegada a hora,

Frente à verdade, curvar-se-ão, sob o peso da injustiça;

E os que agora se negam, serão negados,

Expulsos dos caminhos rasgados em bondade sob a sombra dos loureiros,

Seguindo pela estéril imensidão que dá ao nada.

 

Versão de Manuel Anastácio

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 16:04
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
.pesquisar