.Últimos bocejos

. Os filhos não devem ser o...

. Todas as águas

. Todos os poemas

. Hold back your love, Whit...

. Hallelujah Money, Gorilla...

. 4

. 3

. Love & Hate, Michael Kiwa...

. T-shirt weather in the ma...

. Yonkers, Tyler, the Creat...

. 2

. 1

. i

. Anacreonte

. Educação do meu imbigo

. Voltei! Ou talvez não (co...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Manual de Etiqueta e boa ...

. Aurora dos Pinheiros

. Versículos angélicos

. (19/01/2014)

. Cristianismo

. Arbeit macht frei

. Isso

. Limite

. Resignação solene

. LXXVIII

. Florentino Ariza num dia ...

. I've seen horrors... horr...

. Se bem me esqueço

. Enciclopédia Íntima: Pátr...

. LXXVII

. Experimental como o desti...

. Ruy do car(v)alhinho

. LXXVI

. Overgrown, James Blake

. MS MR - Hurricane

. Buscas pedidas: "filmes s...

. Para Thatcher

. S&M

. LXXV

. Mails da treta: Ímans e a...

. LXXIV

. Agnes Obel

. Amar, casar, perverter

. LXXIII

. LXXII

. LXXI

. Amar é dizer parvoíces

.Velharias

. Agosto 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Janeiro 2015

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

Domingo, 31 de Maio de 2009
O Senhor, de Leopoldo Alas y Ureña (Clarín)

"Até os pombos vão para o Céu" (2007), de Samuel Torneux.

 

Imagine um conto... pronto, uma novela, em que um homem, tomado do Amor e Graça de Deus,  se apaixona por uma bela e desamparada menina. E que esse homem, já antes decidido a entregar-se à vida religiosa, e tendo já deixado, a contragosto, de lado a via das missões e do martírio por causa do amor maternal, recusa-se a encarar a paixão como pecado. Recusa-se até a tomá-la como Amor platónico. Mas, de forma absolutamente não canónica, deixa que a sua obsessão carnal se confunda com a própria religião e tome dela a sacralidade que o devolve, de forma insuspeita, ao martírio. Leopoldo Alas, conhecido por "Clarín", foi o escritor espanhol do século XIX que deu ao mundo essa maravilha erótico-teológica que abre o livro "El Señor y lo demás son cuentos" ("O Senhor e o resto são histórias", na versão portuguesa, da Teorema, na tradução de José Colaço Barreiros). Não é nenhum crime do Padre Amaro. O conto, apesar de não ser teologicamente canónico, em nada se afasta da ortodoxia católica, especialmente na erótica parte final em que Juan sai da alcova onde a amada acabou de receber "O Senhor" das suas mãos.

 

"Ao primeiro passo que deu na rua, Juan cambaleou, perdeu a visão e tombou por terra. Caiu sobre as pedras do passeio. Levantaram-no; recuperou os sentidos. O oleum infirmorum corria lentamente sobre a pedra polida. Juan, aterrado, pediu algodão, pediu lume; deitou-se de bruços, embebeu o algodão, queimou o líquido derramado, e enxugou a pedra o melhor que pôde. Enquanto se afadigava, de rosto contra a terra, a secar as pedras, as lágrimas corriam-lhe e caíam, misturando-se com o óleo vertido. Cessou o terror. No meio da sua tristeza infinita sentiu-se tranquilo, sem culpa. E uma voz profunda, muito profunda, enquanto ele trabalhava para evitar qualquer profanação, esfregando a a pedra manchada de óleo, dizia-lhe nas entranhas:

 

"Não querias o martírio por amor de Mim? Aqui o tens. O que importa se na Ásia ou aqui mesmo? A dor e Eu estão em toda a parte."

 

É das entranhas que Deus se dirige a Juan, porque é nas entranhas que se encontram o Céu e o Inferno, conforme ocupadas, ou não, pelo Senhor. E o resto são histórias.

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 00:01
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
1 comentário:
De Gerana a 31 de Maio de 2009 às 03:04
Adoro quando isto acontece: vc me pegou, jamais li Clarín.

Dizer de sua justiça

.Nada sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.Artigos da mesma série

. notas

. cinema

. livros

. poesia avulsa

. política

. só porque

. curtas

. arte

. guimarães

. música

. estupidez

. traduções

. wikipédia

. religião

. poesia i

. gosto de...

. ono no komachi

. narrativas

. tomas tranströmer

. buscas pedidas

. plantas

. arquitectura

. enciclopédia íntima

. blogues

. braga

. fábulas de esopo

. as quimeras

. gérard de nerval

. carvalhal

. animais

. blogs

. cultura popular

. disparates

. Herbário I

. poesia

. póvoa de lanhoso

. estevas

. pormenores

. umbigo

. bíblia

. ciência

. professores

. vilar formoso

. barcelos

. cinema e literatura

. coisas que vou escrevendo

. curtíssimas

. educação

. Guimarães

. rádio

. receitas

. ribeira da brunheta

. teatro

. vídeo

. da varanda

. economia

. família

. leitura

. lisboa

. mails da treta

. mértola

. Música

. os anéis de mercúrio

. cachorrada

. comida

. cores

. dança

. diário

. direita

. elogio da loucura

. escola

. esquerda

. flores de pedra

. hip hop

. história de portugal

. kitsch

. memória

. ópera

. profissão

. recortes

. rimas tontas

. sonetos de shakespeare

. terras de bouro

. trump

. Álbum de família

. alunos

. ângela merkel

. arte caseira

. aulas

. avaliação de professores

. ayre

. benjamin clementine

. citações

. crítica

. ecologia

. edgar allan poe

. ensino privado

. ensino público

. evolucionismo

. facebook

. todas as tags

.O que vou visitando
.Segredos
  • Escrevam-me

  • .Páginas que se referem a este site

    referer referrer referers referrers http_referer
    .Já passaram...
    .quem linka aqui
    Who links to me?
    .Outras estatísticas
    eXTReMe Tracker
    blogs SAPO
    .subscrever feeds