.Últimos bocejos

. Todas as águas

. Todos os poemas

. Hold back your love, Whit...

. Hallelujah Money, Gorilla...

. 4

. 3

. Love & Hate, Michael Kiwa...

. T-shirt weather in the ma...

. Yonkers, Tyler, the Creat...

. 2

. 1

. i

. Anacreonte

. Educação do meu imbigo

. Voltei! Ou talvez não (co...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Manual de Etiqueta e boa ...

. Aurora dos Pinheiros

. Versículos angélicos

. (19/01/2014)

. Cristianismo

. Arbeit macht frei

. Isso

. Limite

. Resignação solene

. LXXVIII

. Florentino Ariza num dia ...

. I've seen horrors... horr...

. Se bem me esqueço

. Enciclopédia Íntima: Pátr...

. LXXVII

. Experimental como o desti...

. Ruy do car(v)alhinho

. LXXVI

. Overgrown, James Blake

. MS MR - Hurricane

. Buscas pedidas: "filmes s...

. Para Thatcher

. S&M

. LXXV

. Mails da treta: Ímans e a...

. LXXIV

. Agnes Obel

. Amar, casar, perverter

. LXXIII

. LXXII

. LXXI

. Amar é dizer parvoíces

. Orgasm (Rock Cave), de Cr...

.Velharias

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Janeiro 2015

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009
Provavelmente

Gilbert Bécaud - L'important c'est la rose

 

Não sei se é numas das premiadas traduções de Jorge Luís Borges pelo João Barrento que aparece, a dado momento, a respeito da teologia trinitária, que o Espírito Santo está em eterna procissão em relação ao Pai. Das duas, uma, e ninguém me esclarece: ou o erro saiu do lápis do João Barrento e foi mantido, tendo em conta a sua autoridade intelectual, prescindindo-se de qualquer revisão do texto, ou o revisor não conhecia a palavra processão e decidiu mudar o e para um i. Afinal, estava-se a falar de coisas de padres, é bem provável, que o Espírito Santo ande por aí, em eterna procissão, talvez de autocarro, os cegos dos ateus é que não veem. Ainda assim, faz-me impressão a ligeireza com que os livros são dados à estampa em Portugal, mesmo quando os autores são gente consagrada, ou especialmente nesses casos. Somos um país de Doutores. Toda a gente sabe isso. Até me envergonho de estar a escrever tamanha banalidade. Mas é verdade. Portugal é um país de Doutores. Muitos dos quais, no topo das suas cátedras e escorados em antolhos têm uma especial predisposição à Mourinho para estarem constantemente a posar para um retrato de absoluta autoridade. São esses Doutores que dizem que a blogosfera é um antro de escritores falhados. E não falharão muito nisso, mas também não faltam escritores falhados fora da blogosfera - eu tenho para mim que todos os escritores são falhados, caso contrário, não escreveriam. Escrever é um eterno ato de compensação por uma falha qualquer. É o Inferno em eterna processão em relação ao buraco espiritual que, qual buraco negro do CERN, os positivistas ateus e agnósticos experimentam no coração. Se forem ateus ou agnósticos. Há escritores crentes, mas até esses têm de trazer heresia no sangue para que sejam, de fato, escritores. Têm que ter uma falha. Caso contrário, estão no Paraíso. E no Paraíso está tudo escrito. O Corão, linha por linha, e a Bíblia também. Ninguém precisa de escrever nada. As pessoas perfeitas nem sequer precisam de ler. São elas mesmas a literatura. Lerem-se, seria a autoreferência, e a autoreferência é o paradoxo. E o paradoxo levaria ao fim do mundo. Leva ao fim do mundo. O Mundo provavelmente não existe, porque é que eu hei de estar aqui a preocupar-me? São esses Doutores, alguns deles falhados o suficiente (só que não sabem) para escreverem na blogosfera, que dizem que a Wikipédia tem erros porque é anárquica, e não percebem que há erro em todo o lado, até nas suas cabecinhas laureadas. Deus pôs o fruto proibido ali à mão da coisa porque queria erro. Queria tempo. O tempo é erro. É falha. É a heresia escrita por Deus.

Artigos da mesma série: , ,
publicado por Manuel Anastácio às 20:00
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
1 comentário:
De Gerana a 20 de Janeiro de 2009 às 02:43
Maravilha de texto, acho que todos que utilizam a blogosfera concordam. Adorei!!!
Outro dia fiz um prefácio para um livro de uma poeta de Alagoas. Uma professora doutora de lá gostou muito, trocou e-mails comigo, mas quando eu disse que tinha um blog, ela respondeu que não tinha tempo para ser blogueira (foi posto de uma forma pior, bem pejorativamente). Sabe o que eu acho? Tudo que afeta, que incomoda, é porque se deseja e não se é capaz de fazer (por mil motivos, aí é outra história).
E, claro, só escreve quem tem uma falha, ou melhor, quem sente esta falha. É uma escapatória para não enlouquecer, talvez pelo excesso de lucidez.

Dizer de sua justiça

.Nada sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.Artigos da mesma série

. notas

. cinema

. livros

. poesia avulsa

. só porque

. política

. curtas

. arte

. guimarães

. música

. estupidez

. traduções

. wikipédia

. religião

. poesia i

. gosto de...

. ono no komachi

. narrativas

. tomas tranströmer

. buscas pedidas

. plantas

. arquitectura

. blogues

. enciclopédia íntima

. blogs

. braga

. fábulas de esopo

. as quimeras

. gérard de nerval

. carvalhal

. animais

. cultura popular

. disparates

. Herbário I

. poesia

. póvoa de lanhoso

. estevas

. pormenores

. umbigo

. bíblia

. ciência

. professores

. vilar formoso

. barcelos

. cinema e literatura

. coisas que vou escrevendo

. curtíssimas

. Guimarães

. rádio

. receitas

. ribeira da brunheta

. teatro

. vídeo

. da varanda

. economia

. educação

. família

. leitura

. lisboa

. mails da treta

. mértola

. Música

. os anéis de mercúrio

. cachorrada

. comida

. cores

. dança

. diário

. direita

. elogio da loucura

. escola

. esquerda

. flores de pedra

. hip hop

. história de portugal

. kitsch

. memória

. ópera

. profissão

. recortes

. rimas tontas

. sonetos de shakespeare

. terras de bouro

. trump

. Álbum de família

. alunos

. ângela merkel

. arte caseira

. aulas

. avaliação de professores

. ayre

. benjamin clementine

. citações

. crítica

. ecologia

. edgar allan poe

. ensino privado

. ensino público

. evolucionismo

. facebook

. todas as tags

.O que vou visitando
.Segredos
  • Escrevam-me

  • .Páginas que se referem a este site

    referer referrer referers referrers http_referer
    .Já passaram...
    .quem linka aqui
    Who links to me?
    .Outras estatísticas
    eXTReMe Tracker
    blogs SAPO
    .subscrever feeds