.Últimos bocejos

. Todas as águas

. Todos os poemas

. Hold back your love, Whit...

. Hallelujah Money, Gorilla...

. 4

. 3

. Love & Hate, Michael Kiwa...

. T-shirt weather in the ma...

. Yonkers, Tyler, the Creat...

. 2

. 1

. i

. Anacreonte

. Educação do meu imbigo

. Voltei! Ou talvez não (co...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Uma arte, de Elizabeth Bi...

. Manual de Etiqueta e boa ...

. Aurora dos Pinheiros

. Versículos angélicos

. (19/01/2014)

. Cristianismo

. Arbeit macht frei

. Isso

. Limite

. Resignação solene

. LXXVIII

. Florentino Ariza num dia ...

. I've seen horrors... horr...

. Se bem me esqueço

. Enciclopédia Íntima: Pátr...

. LXXVII

. Experimental como o desti...

. Ruy do car(v)alhinho

. LXXVI

. Overgrown, James Blake

. MS MR - Hurricane

. Buscas pedidas: "filmes s...

. Para Thatcher

. S&M

. LXXV

. Mails da treta: Ímans e a...

. LXXIV

. Agnes Obel

. Amar, casar, perverter

. LXXIII

. LXXII

. LXXI

. Amar é dizer parvoíces

. Orgasm (Rock Cave), de Cr...

.Velharias

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Janeiro 2015

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

Segunda-feira, 6 de Março de 2017
Todas as águas

Aqui é primavera.

O inverno espreguiça-se, contrito.

Pede perdão enquanto morre.

As árvores explodem no grito

Aflito do tempo. Os minutos escorrem, húmidos,

Frios, sujos e vivos como o rio

Onde desaguam, como dejetos, os adjetivos.

Aqui é primavera e deus não quer saber dos vivos.

Limita-se a dar corda ao mecanismo

- motor imóvel do vazio.

As aves devoram o abismo e a madrugada.

Os gatos choram no cio. A vida acorda transtornada.

Aqui é primavera, mas deus não deu por nada.

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 23:28
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (1) | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
Todos os poemas

A má poesia é dizer lágrimas

Silêncio

Marés

Lua

É dizer corpo e suor.

É discorrer sobre orvalho, geada e flores.

É convocar dores em apóstrofe.

É fazer chorar guitarras

E rimar com cigarras o coachar das rãs.

É dizer noite com palavras diurnas.

É cobrir o sol de gargalhadas soturnas

E abafar a luz com a melancolia do amor.

É usar o ponto de exclamação

E reticências.

É falar do coração!...

De coração. É saltar cacofonias.

É transmutar palavras em excrescências.

Fazer do verbo quistos e tumores.

É dizer o que se quer esconder;

Fingir que as alegrias são dores;

E explicar o que ninguém quer, mesmo, de todo, saber.

 

Má poesia é toda a poesia.

Nem Homero, nem Virgílio nem Pessoa.

Nem Pessanha, nem Dante nem peçonha.

Só os doidos a escrevem,

Nos espavoridos esgares da ronha,

E a recitam em veludos de hipocondria.

Entretanto, outros passarão por ela

E verão nas formas do seu caos

Sublimes cânticos de profecia.

É assim a pior,

Como será, provavelmente, a menos má,

E mais inútil, da poesia.

 

Artigos da mesma série:
publicado por Manuel Anastácio às 23:30
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2017
Hold back your love, White Lies

Um poema perfeito.

Há videoclips maiores que a vida.

Amor

Solidão

Perdão

Desgosto

A vida.

 

Artigos da mesma série: , ,
publicado por Manuel Anastácio às 22:07
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2017
Hallelujah Money, Gorillaz, ft. Benjamin Clementine

Música de intervenção contra muros e promessas de pureza unicorniana. Benjamin Clementine recita em tom apocalíptico. Tudo sobre um fundo onde alternam imagens das procissões de La Candelaria (remetendo para a imagem do ku Klux Klan), gueixas, tribos africanas, do Triunfos dos Porcos e de Clint Eastwood (apoiante de Trump e homónimo do primeiro single dos Gorillaz, onde se fazia, curiosamente referência a uma citação de "O Bom, o Mau e o Vilão", em que o cavaleiro sem nome diz trazer raios de sol num saco - os mesmos raios de sol adorados por Trump), passarinhos, poços de petróleo em chamas e palhaços de filme de terror. Enquanto o elevador da Trump Tower nos leva ao susto. 

 

Artigos da mesma série: , , , ,
publicado por Manuel Anastácio às 00:16
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017
4

Fazer a América grande outra vez é difícil. Principalmente se não houver uma banda sonora de jeito. Fiona Apple gravou por telefone um cântico antitrump a dizer que as mulheres não querem aquelas mãozinhas nas suas cuequinhas.Seja. Embora não seja o que consta.

 

Depois de Jennifer Holliday ter desistido de cantarolar na cerimónia do degredo (como se não estivesse definitivamente queimada pelo simples facto de ter ponderado cantar ao lado de gente do KKK), apetece agora um cantor de soul que não conheço, nem farei tenção de conhecer, de nome Sam Moore, da dupla Sam & Dave (não se sabe o que o Dave, que Deus tem, acharia disso) a aceitar o convite ou, sabe-se lá, a fazer-se de convidado.

 

Diz ele que Trump tem uma boca grande, como ele mesmo. E que, concordemos ou não com ele, ao menos sabemos aquilo que lhe passa pela cabeça. E diz ainda para darem uma oportunidade ao gajo. Ele nem sequer disse ainda o "sim, aceito ter o poder de foder isto tudo".  E termina com a muito democrática sentença: se não gostarem dele nos próximos 4 anos, não votem nele outra vez...

 

Se houver outra vez.

 

Artigos da mesma série: , ,
publicado por Manuel Anastácio às 22:58
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (5) | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 15 de Janeiro de 2017
3

O Comando de Braga da Polícia de Segurança Pública atribuiu um louvor "pelos bons serviços prestados e competência demonstrada nos policiamentos dos recintos desportivos" ao subcomissário Filipe Silva, o agente  que deu que falar depois de ter sido filmado a agredir um adepto do Benfica à frente de dois filhos menores. Consta que a PSP considera que os serviços prestados pelo oficial "prestigiam a polícia". O subcomissário continua em funções e liderou mesmo o patrulhamento do estádio D. Afonso Henriques no último jogo com o Benfica.

Não cabe à opinião pública julgar quem quer que seja. Mas, estando o senhor acusado pelo Ministério Público de ofensa à integridade física, falsificação de documentos, denegação de justiça e prevaricação, e não tendo sido julgado porque requereu instrução do caso, resta considerar que o Comando de Braga tem uma noção de prestígio algo alternativo. Por outro lado, a PSP tem dado mostras de bom humor na sua página do facebook. Pode ser que seja mesmo anedota.

Artigos da mesma série: ,
publicado por Manuel Anastácio às 23:15
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
Love & Hate, Michael Kiwanuka

Em ritmo de oração, reflexão e sem lamúrias. Música soul em estilo clássico.

 

Artigos da mesma série: , ,
publicado por Manuel Anastácio às 20:35
link do post | Dizer de sua justiça | Quem disse o que pensou (3) | Adicionar aos favoritos
|
T-shirt weather in the manor, Kano

A obsessão dos rappers por um estilo de vida burguês-burgesso termina, como tudo, em desilusão, escuro, desilusão. Em Londres, o tempo muda rapidamente. O sucesso não é o que parece, mas o lado amargo sempre vai servindo de mote para o lirismo lamuriento do hip hop.

 

 

Artigos da mesma série: , ,
publicado por Manuel Anastácio às 19:33
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
Yonkers, Tyler, the Creator

Tyler, The Creator, tem uma conversa cheia de contradições com Wolf Haley, um dos seus heterónimos a quem o mesmo atribui a própria autoria deste vídeo. Wolf é caucasiano e é má rês. Mas tem jeito. A fotografia, num preto e branco sublime, joga magistralmente com a instabilidade da focagem, e a sua radical transformação em sombra, como que dobrando a própria instabilidade lírica, confessional e polifónica.

O vídeo foi amplamente considerado um dos melhores do ano de 2011.

 

Artigos da mesma série: , , , ,
publicado por Manuel Anastácio às 18:31
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
2

Duas peças sobre os brancos e gélidos caminhos da cocaína.

publicado por Manuel Anastácio às 10:38
link do post | Dizer de sua justiça | Adicionar aos favoritos
|
.Nada sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.Artigos da mesma série

. notas

. cinema

. livros

. poesia avulsa

. só porque

. política

. curtas

. arte

. guimarães

. música

. estupidez

. traduções

. wikipédia

. religião

. poesia i

. gosto de...

. ono no komachi

. narrativas

. tomas tranströmer

. buscas pedidas

. plantas

. arquitectura

. blogues

. enciclopédia íntima

. blogs

. braga

. fábulas de esopo

. as quimeras

. gérard de nerval

. carvalhal

. animais

. cultura popular

. disparates

. Herbário I

. poesia

. póvoa de lanhoso

. estevas

. pormenores

. umbigo

. bíblia

. ciência

. professores

. vilar formoso

. barcelos

. cinema e literatura

. coisas que vou escrevendo

. curtíssimas

. Guimarães

. rádio

. receitas

. ribeira da brunheta

. teatro

. vídeo

. da varanda

. economia

. educação

. família

. leitura

. lisboa

. mails da treta

. mértola

. Música

. os anéis de mercúrio

. cachorrada

. comida

. cores

. dança

. diário

. direita

. elogio da loucura

. escola

. esquerda

. flores de pedra

. hip hop

. história de portugal

. kitsch

. memória

. ópera

. profissão

. recortes

. rimas tontas

. sonetos de shakespeare

. terras de bouro

. trump

. Álbum de família

. alunos

. ângela merkel

. arte caseira

. aulas

. avaliação de professores

. ayre

. benjamin clementine

. citações

. crítica

. ecologia

. edgar allan poe

. ensino privado

. ensino público

. evolucionismo

. facebook

. todas as tags

.O que vou visitando
.Segredos
  • Escrevam-me

  • .Páginas que se referem a este site

    referer referrer referers referrers http_referer
    .Já passaram...
    .quem linka aqui
    Who links to me?
    .Outras estatísticas
    eXTReMe Tracker
    blogs SAPO
    .subscrever feeds